As vésperas da Libertadores, Jair Ventura se vê em apuros para montar a defesa

Indefinição na zaga tira o sono dos alvinegros. O técnico não poderá contar com os zagueiros Carli e Emerson Santos

Por O Dia

Espírito Santo - Ponto forte da campanha alvinegra na última temporada, a defesa do Botafogo começa a temporada de 2017 como uma incógnita. Por motivos diferentes, o argentino Carli e o jovem Emerson Santos não têm formado a dupla de zaga titular nos treinos comandados pelo técnico Jair Ventura em Domingos Martins, no Espírito Santo. Por enquanto, Emerson Silva, reserva imediato na zaga, e Renan Fonseca, contestado pela torcida, treinam no time titular.

Jair Ventura vai ter que quebrar a cabeça para montar a zaga alvinegraVitor Silva / SS Press

Com uma contratura muscular na panturrilha esquerda, Carli está afastado dos treinos e não deve entrar em campo no amistoso contra o Rio Branco, domingo, às 17h, em Cariacica. O departamento médico realiza um trabalho específico para que ele tenha condições de estar em campo na estreia alvinegra na Copa Libertadores, dia 1, contra o Colo Colo, no Nilton Santos.

Já a situação de Emerson Santos é diferente. Ele negocia a renovação de contrato com a diretoria desde o ano passado, mas, até agora, não houve consenso entre as partes. Pela indefinição, o zagueiro tem treinado no terceiro time e não deve ser aproveitado enquanto o assunto não estiver resolvido.

SONDAGEM POR PAULÃO

O zagueiro Paulão, que perdeu espaço no Internacional desde a chegada do técnico Antônio Carlos, foi procurado pela diretoria alvinegra para reforçar a equipe. Em entrevista ao site Globoesporte.com, o empresário do atleta, Vinicius Prates, confirmou a negociação. O único entrave é com relação ao alto salário de Paulão, de 30 anos. Além de Carli, Emerson Santos, Renan Fonseca e Emerson Silva, Igor Rabello e Marcelo são opções para o setor defensivo.