Botafogo tem boas novas antes de outra batalha pela Libertadores

Camilo será titular. Em tratamento intensivo, Montillo participou do treino fechado e foi relacionado.

Por O Dia

Rio - Com um sorriso no rosto, Camilo foi o mensageiro de boas notícias na véspera do decisivo confronto com o Olimpia (PAR), hoje, 21h45, no Estádio Nilton Santos. O camisa 10 não apenas garantiu estar 100% recuperado das dores musculares como revelou que Montillo também tem chance de jogar.

No sábado, um exame apontou leve lesão na coxa direita do argentino e o início da dúvida de Jair Ventura. Em tratamento intensivo, Montillo participou do treino fechado e foi relacionado.

“Estou apto, 100%. Minha vontade de estar em campo é enorme. Treinei segunda e terça normalmente. Eu e Montillo estamos concentrados. Vamos aguardar... Montillo está fazendo de tudo para jogar. Treinou nos dois dias. Mas a decisão é do Jair”, disse o camisa 10, confiante.

Jair Ventura falou sobre a partida contra o OlímpiaVitor Silva/SSPress/Botafogo.

Como de praxe, o técnico Jair Ventura não abriu o jogo, mas o Botafogo não contará com força máxima. Gatito Fernández voltou a se queixar de um desconforto muscular e dificilmente estará em campo hoje. Titular no clássico com o Flamengo, Helton Leite deve ser o substituto contra o Olimpia.

ESTRATÉGIA DEFINIDA

Como existe a dúvida sobre a escalação de Montillo, desde o início, João Paulo é a opção. Titulares contra o Flamengo, Dudu Cearense e Rodrigo Lindoso ficaram fora da lista de relacionados. Apesar do susto, Rodrigo Pimpão, herói da classificação contra o Colo-Colo (CHI), está confirmado. O atacante foi outro que também se queixou de dores musculares.

Com a vaga na fase de grupos da Libertadores em disputa, o técnico Jair Ventura ressaltou que a possível classificação não será confirmada nos 90 minutos no Rio, mas admitiu que a postura, em casa, será ousada em busca do resultado. Nesse sentido, Roger deve iniciar a partida ao lado de Pimpão.

“Em casa, com o apoio da torcida, jogaremos para a frente, em busca dos gols. Mas temos que fazer isso de forma equilibrada. Atacar pensando em defender. O gol fora de casa pode ser prejudicial pensando no segundo jogo”, disse Jair Ventura.