Botafogo precisa vencer a Portuguesa para seguir vivo na briga pelo Carioca

Como de praxe, a escalação do Botafogo não anunciada deve contar com reforços de peso: Gatito Fernández, Camilo e Airton devem jogar

Por O Dia

Rio - O chip do Botafogo está configurado agora no modo Campeonato Carioca. É o que garante Jair Ventura. Até o confronto com o Atlético Nacional, da Colômbia, dia 13, pela Libertadores, o comandante mantém o foco na Taça Rio, especificamente na Portuguesa, adversária de hoje, às 19h30, em Los Larios, e que também está na disputa por uma vaga na semifinal do returno.

“A gente nem pensa em Libertadores hoje, foco total no Carioca, na nossa classificação, temos que vencer os dois jogos. Penso sempre no próximo desafio. É virar a chave, mudar o chip. O Botafogo tem que estar disputando as finais, respeitando a Portuguesa, que vem de três jogos sem perder. Estamos atentos”, disse Jair Ventura.

Como de praxe, a escalação do Botafogo não anunciada deve contar com reforços de peso. Após servir a seleção do Paraguai nas duas últimas rodadas das Eliminatórias da Copa de 2018, na Rússia, Gatito Fernández se reapresentou ontem e está à disposição.

Gatito Fernádez volta ao gol do BotafogoVítor Silva/SSPress/Botafogo

CARLI AINDA FORA DO TIME 

Emerson Silva, Airton, Bruno Silva e Camilo foram poupados na vitória de 2 a 0 sobre o Bangu e têm chance de reaparecer hoje à noite. Carli, no entanto, segue em recuperação de uma pancada no pé direito e deve ser preservado para enfrentar o Resende, no domingo. Renan Fonseca ganhará outra oportunidade. 

Com a suspensão de Victor Luis, Gilson assume a lateral esquerda, enquanto Sassá, Joel e Guilherme disputam a posição de Rodrigo Pimpão. 

Jair manteve o mistério. “Aquele que fez um bom jogo ou entrou bem vai sempre passando à frente. É uma eterna luta entre eles, disputa por posição. Quem foi bem tem chance maior de iniciar. A gente tomou a decisão em cima disso”, despistou.