Pimpão quer colocar o Botafogo na semifinal da Taça Rio para se redimir

Atacante foi expulso na partida contra o Bangu no último domingo

Por O Dia

Rio - Na família Pimpão, a cobrança começa dentro da própria casa. Afinal, o pequeno Davi, de 4 anos, não perde um compromisso do pai, que se tornou xodó da torcida do Botafogo. A imagem da expulsão contra o Bangu não é o exemplo que ele gostaria que ficasse na memória do herdeiro e dos companheiros que receberam de bom grado o pedido de desculpas. De volta contra o Resende, neste domingo, às 16h, no Nilton Santos, o atacante é um dos trunfos da equipe para carimbar o passaporte para a fase final do Carioca.

Rodrigo Pimpão vai lutar por vaga na semifinal da Taça RioReprodução Twitter

"Fizemos um primeiro turno não como gostaríamos e focamos tudo agora no segundo. Não será um jogo fácil, estudamos o adversário e vamos buscar a vaga. Em nenhum momento deixamos de pensar no Carioca, mas as coisas não aconteceram. Nós nos cobramos para conseguir a classificação", disse Pimpão.

JEFFERSON COMO ÍDOLO

Em lua de mel com a torcida alvinegra, Pimpão vive o melhor momento na carreira. Com seis gols, lidera a artilharia do time no ano e já esboça em conversas com a diretoria a prorrogação do contrato que se encerra em dezembro. Em alta, o xodó lida com uma situação inusitada com o herdeiro Davi, que coleciona luvas e exibe com o orgulho a camisa de goleiro do ídolo Jefferson.

"Ele gosta. Assiste aos jogos e vem também. Desde 2015, quando eu cheguei ao Botafogo, ele admira o Jefferson. Depois veio o Sidão, neste domingo é o Gatito. Estou cheio de luvas lá em casa e nem sei mais o que fazer (risos). Ele pede as luvas. Se futuramente quiser ser goleiro, eu vou deixar. Mas ele também está querendo fazer gol de bicicleta", contou Pimpão, aos risos.

Perto da classificação para a semifinal da Taça Rio, o Botafogo sabe o que fazer. O pequeno Davi estará de olho.