Bruno Silva admite 'puxão de orelha' de Jair Ventura, após suspensões

Volante disse que derrota contra o Barcelona de Guyaquil não era esperada

Por O Dia

Rio - O volante Bruno Silva passou por uma situação curiosa nos últimos jogos do Botafogo. O jogador conseguiu ser suspenso por três competições diferentes. Expulsos contra Vasco e Sport e com um terceiro cartão contra o Barcelona de Guyaquil, o atleta desfalcou o Glorioso no Carioca, na Copa do Brasil e na Libertadores. Os erros geraram uma bronca do treinador Jair Ventura.

Bruno Silva não enfrentou o Barcelona de Guayaquil no Nilton SantosReprodução Internet

"Conversou comigo, puxou a orelha também. Mas jogar Libertadores é isso, o juiz deixa o jogo correr, aí vai no campeonato estadual e qualquer esbarrão é falta. Não vou mudar minha forma de jogar. Serei o mesmo Bruno até agora. Essas duas expulsões foram uma fatalidade, não vou colocar coisas na cabeça. Jogador violento tenho certeza que não sou", afirmou.

Bruno Silva ainda comentou a derrota contra o time equatoriano, que ele não esteve presente. O volante negou um suposto "salto alto" alvinegro, mas admitiu que os jogadores esperavam encontrar menos dificuldades contra o Barcelona.

"Acho que pelo jogo que no Equador, não que a gente entrou pensando que ia ser fácil, mas que ia ter uma certa facilidade. Mas sabíamos que eles tinham um contra-ataque forte, lá sofremos também. E jogando em casa, com a torcida apoiando, tem que ir para cima, a gente ia procurar a vitória e naturalmente ia correr riscos. Foi um resultado atípico", disse.