Jogando no sacrifício, Rodrigo Pimpão comemora tempo livre para se recuperar

Atacante minimizou jejum de gols e isenta escalação com trio ofensivo de culpa por derrota na Copa Libertadores: 'a gente vinha jogando assim'

Por O Dia

Rio - Depois de treinar nesta sexta-feira, o elenco do Botafogo vão poder curtir dois dias de folga antes de estreiar no Campeonato Brasileiro. E quem vai tirar proveito desse tempo raro em meio à maratona de jogos é Rodrigo Pimpão. Na partida contra o Atlético Nacional, o atacante, que está com um edema na coxa esquerda, declarou que vem jogando no sacrifício.

Rodrigo Pimpão está com um edema na coxa esquerdaReprodução Twitter

"Desde o jogo com o Atlético Nacional venho jogando as partidas com um incômodo desconforto, no sacrifício... Fiz exame, deu um edema (adutor da coxa esquerda) e venho trabalhando forte para estar apto a jogar. Agradecer o trabalho dos fisioterapeutas que estão conseguindo me colocar em campo. Não digo que estou 100%, mas espero estar depois dessa folga", revelou Pimpão.

Pimpão não marca há quase dois meses - seu último gol foi na vitória do Botafogo por 2 a 1 sobre o Estudiantes, na estreia da fase de grupos da Libertadores. O jogador minimizou o jejum e afirmou que a escalação com um trio de atacantes, escolhida por Jair Ventura no último jogo contra o Barcelona de Guayaquil, não teve culpa na derrota do Botafogo.

"A gente vinha jogando assim, mas com Camilo e Bruno Silva por fora, são jogadores que defendem mais que atacam", isentou o atacante.