Jair Ventura faz mistério e não teme 'Caldeirão Uruguaio' contra o Nacional

Botafogo enfrenta adversário nesta quinta pelas oitavas da Libertadores

Por O Dia

Uruguai - O Botafogo teve treino fechado nesta quarta-feira véspera do duelo contra o Nacional, no Parque Central. A partida é válida pelas oitavas de final da Libertadores. Como terminou em primeiro na sua chave na fase de grupos, o Glorioso tem a vantagem de decidir em casa. Jair Ventura não quis dar chance aos rivais e não divulgou a escalação do Glorioso. A principal dúvida fica por conta do ataque alvinegro.

"Já jogamos com os dois, sem os dois. Já joguei com Montillo como falso 9. Ganha com Roger no jogo de pivô, cara que segura mais a bola, jogo de apoio. Mas quando joga sem ele, ganha mais mobilidade de contra-ataque. Pode acontecer das duas maneiras", afirmou.

Botafogo treinou no estádio do Nacional nesta quinta-feiraReprodução Twitter

Sobre a pressão do estádio de Montevidéu, que tem capacidade para 27 mil pessoas, o treinador afirmou que a sua equipe já está acostumada a ocasiões semelhantes, que já aconteceram na disputa da Libertadores.

"A gente chama verdadeiro caldeirão, com torcida muito próximo. Enfrentamos isso em alguns jogos e é bem difícil, nem mesmo com casa cheia sente pressão da torcida. Preocupa mais interferência com a arbitragem nessa atmosfera. Nossa equipe está acostumada a jogar, nos portamos muito bem jogando fora, com duas derrotas, em um já estava classificado", disse.