Após bater Santos, Jair promete que não vai jogar por uma bola contra o Grêmio

Técnico explicou a escalação da equipe em confronto pelo Brasileirão

Por O Dia

Rio - Em alta no Brasileiro, o Botafogo conseguiu a sua terceria vitória consecutiva na competição diante do Santos. Mesmo com muitas modificações, a equipe passou pelo rival no Nilton Santos. Após o fim da partida, o técnico explicou porque utilizou alguns titulares na partida e preservou outros.

"O Brasileiro é equilibrado. A gente sempre fala, mas é verdade. A ideia era dar ritmo para alguns atletas, como João Paulo, que sentiu um pouco contra o Grêmio. Lindoso, voltando de lesão. E também preservar jogadores que tinham risco de lesão. O importante é que estamos pegando a parte de cima da tabela. Já jogamos com equipe alternativa também, quando perde é o Botafogo", afirmou.

Jair Ventura prometeu Botafogo agressivo contra o GrêmioVitor Silva/SSPress/Botafogo.

Para o duelo decisivo de quarta-feira contra o Grêmio, em Porto Alegre, o técnico afirmou que o Botafogo não terá uma postura recuada. Para Jair, a equipe apredeu a lição no confronto diante do Flamengo, pela Copa do Brasil, e irá jogar de igual para igual com o Tricolor dos Pampas para buscar a classificação para a semifinal da Libertadores.

"Tem que ter momento de marcar pressão, outro de marca baixo. Não podemos ir e jogar por uma bola. Ouvi muita gente dizendo que contra o Flamengo a gente queria empatar o jogo por causa do Gatito. Isso não existe. Vamos jogar para vencer lá, dentro da nossa estratégia. O Renato terminou o jogo aqui com três zagueiros. Não conseguimos vencer o Grêmio, mas estamos vivos", disse.