Marcos Vinícius aceita protestos, mas prega união com torcedores do Botafogo

Meia pediu para que manifestações aconteçam sem violência

Por O Dia

Rio - Apesar de estar brigando por vaga na Libertadores do próximo ano, as recentes atuações do Botafogo, somadas às eliminações da Copa do Brasil e da Libertadores, motivaram protestos por parte da torcida alvinegra. O meia Marcos Vinícius reconheceu que os torcedores tem esse direito, mas pediu para que não haja violência.

Marcos Vinicius foi decisivo contra o AvaíDivulgação / Botafogo

Antes da partida contra o Corinthians, nesta segunda, o jovem falou sobre a recepção ao elenco no aeroporto do Galeão, após o empate contra o Avaí, conquistado com um gol seu, aos 50 minutos do segundo tempo.

"Normal, a torcida tem direito de protestar, cobrar, mas sem violência, que é o mais importante. Fomos eliminados na Libertadores e Copa do Brasil. Mas estamos juntos com os torcedores, todos juntos."

Marcos Vinícius, que chegou ao clube durante o campeonato, também reiterou a importância de o time voltar a vencer contra os líderes do Brasileirão. São duas rodadas sem vitória, após derrota para o Vasco e o empate na última jornada.

"As duas equipes se parecem um pouco, o modo de jogar. Os treinares também se parecem. O Corinthians fez um primeiro turno excelente, mas teve uma queda, o que é normal. A gente também teve uma quedinha. Então é muito importante voltarmos a vencer nesse jogo."

O Botafogo ainda volta aos treinamentos neste domingo. O clube ocupa, neste momento, a 7ª colocação no Campeonato Brasileiro, com 44 pontos, e estaria classificado para a fase preliminar da Libertadores.