Envolvido em negociação de Bruno Silva, Roni está a um passo do Botafogo

Para a história ser considerada concluída, falta somente o acerto do Cruzeiro com o Albirex Niigata, do futebol japonês

Por O Dia

Rio - A novela Botafogo, Cruzeiro e Bruno Silva está nos momentos finais. Em troca do jogador, o Alvinegro vai receber R$ 4 milhões à vista, além de trazer por empréstimo o atacante Roni, de 22 anos, que está atualmente no futebol japonês, no Albirex Niigata. O contrato seria firmado por três anos, com o time carioca ficando com 40% dos direitos do jogador.

Roni festeja gol no Albirex%3A acordo encaminhado com o FogãoAlbirex Niigata/Divulgação

Para a história ser considerada concluída, falta somente o acerto do Cruzeiro com os japoneses e a sacramentação do acordo do Botafogo com o empresário Hércules Júnior, que representa Roni o jogador ainda precisa passar por exames médicos.

De acordo com Carlinhos Sabiá, que defende os interesses de Bruno Silva na negociação, Botafogo e Cruzeiro já se acertaram a Ponte Preta, dona de 60% dos direitos econômicos do volante, é que ainda precisa dar o aval à transação, o que, acredita ele, não será empecilho, apesar de o clube de Campinas ter se queixado de que ainda não foi consultado.

Em entrevista à Rádio Globo, Hércules Júnior também garantiu estar tudo muito bem encaminhado entre o seu cliente e a diretoria do Botafogo, arriscando um índice de 80% para a negociação ser finalmente fechada.

OITO GOLS EM 36 JOGOS

Roni foi revelado pelo Remo e contratado ainda como sub-20 pelo Cruzeiro. Após empréstimo ao Náutico, ele se destacou em 2016 com o time pernambucano, sobretudo na Série B do Campeonato Brasileiro, marcando na temporada 14 gols em 51 partidas. Foi para o futebol japonês, e, no Albirex Niigata, em 2017, fez oito gols em 36 jogos, embora o time tenha ido para a Segunda Divisão.

Bruno Silva, que está assinando por três temporadas com o Cruzeiro, tem 31 anos e foi um dos mais importantes jogadores do Botafogo na temporada de 2017: em 60 partidas, fez nove gols e deu oito assistências. O volante foi o único atleta do time do Botafogo eleito para a seleção do Brasileiro.