Por rafael.arantes

Bahia - Primo de Messi e artilheiro do Campeonato Brasileiro , o meia-atacante Maxi Biancucchi passou em branco no clássico Ba-Vi na tarde deste domingo , na Fonte Nova. E, de acordo com o argentino, faltou tranquilidade ao Vitória durante o empate sem gols.

"Tivemos oportunidades, e eles também. Mas faltou tranquilidade. A bola também ficou um pouco longe de mim", lamentou Biancucchi, que, no entanto, elogiou o jogo - Bahia e Vitória não faziam um clássico válido pela Série A há nove anos, jejum quebrado neste final de semana.

"Foi um jogo pegado, um clássico tipo. Foi muito disputado. Valeu", comentou o jogador, que, com seis gols marcados, vem liderando a artilharia da competição nacional. A maior ameaça é o uruguaio Diego Forlán, do Internacional, com um tento a menos.

Maxi lamenta resultado no clássicoDivulgação

Do outro lado, os jogadores usaram discurso parecido e também falaram em falta de calma para definir a partida. "A equipe está de parabéns. Correu, se dedicou e trabalhou para tentar a vitória", analisou Fernandão, do Bahia, que parou no goleiro Wilson na tarde deste domingo. "Tive as oportunidades, mas faltou calma para mim na hora", explicou, provavelmente se referindo ao lance dos 24 do segundo tempo.

Na ocasião, o centroavante recebeu ótimo lançamento e, livre de marcação, só tinha o trabalho de deslocar Wilson. Porém, o arqueiro saiu bem e fechou o ângulo, mandando a bola para escanteio. Wallyson e Anderson Talisca também foram ‘vítimas’ da boa atuação de Wilson.

Já para Tite, os comandados de Cristóvão Borges poderiam ter balançado as redes adversárias ao menos uma vez. "A gente merecia um golzinho. Os dois buscaram os gols, mas não saíram. Infelizmente não deu para o Bahia. Mas a gente fica feliz pela dedicação que tivemos", finalizou.

Titi e Fernandão poderão comemorar um "golzinho" no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília). O adversário será o irregular Goiás, também na Fonte Nova, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Os tricolores estão na provisória sexta colocação, com 13 pontos.

Já o Vitória, com 14 pontos, voltará a campo só no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), contra o invicto Coritiba, fora de casa. Os rubro-negros já foram eliminados da Copa do Brasil, depois de dois empates com o modesto Salgueiro na segunda fase.

Você pode gostar