Por victor.abreu

Rio - A partir deste sábado começa a disputa de mais um Campeonato Brasileiro. Nesta edição, somente três equipes carioca tentarão conquistar o título nacional mais cobiçado. Ídolos em seu respectivos clubes, Sávio, Deley e Edmundo analisaram as chances de Flamengo, Fluminense e Vasco neste ano e dão os seus pitacos sobre os favoritos ao título, quem será o artilheiro, o craque da competição, os classificados da Libertadores e quem amargará o temido Z-4.

SÁVIO PEDE OUTRO FOCO AO FLAMENGO

Campeão Carioca e da Copa Ouro em 1996, Sávio defendeu o Flamengo por cinco anos e conhece muito bem a pressão que os jogadores sofrem para conquistar títulos. Criado nas categorias de base, o ex-atacante não está otimista com o Rubro-Negro no Brasileiro. Ele pede foco em outra competição.

Sávio elogia o trabalho de Vanderlei Luxemburgo no FlamengoAndré Mourão

"Assisti a poucos jogos do Estadual. O grande foco do Flamengo, neste momento, deveria ser a Copa do Brasil (o clube estreia na 3ª fase da competição contra o Náutico). É lá que o Flamengo pode beliscar uma vaga na Libertadores", afirmou.

Quanto a contratações, Sávio elogia o atual elenco, mas reforça a necessidade por um camisa 10, desejo antigo da diretoria e torcida. Segundo ele, é a cereja que falta ao bolo para equilibrar o time rubro-negro para o restante da temporada.

"Eu acho que o Vanderlei está fazendo um bom trabalho. Para o Brasileiro, por conta do nível técnico e do equilíbrio entre os times, o importante é se reforçar. Chegou o Armero, ele vai equilibrar a lateral, mas o Flamengo precisa do camisa 10, o cara para armar as jogadas. O Flamengo tem de se reforçar com jogadores de alto nível", disse.

DELEY SE PREOCUPA COM A SITUAÇÃO DO FLUMINENSE

Campeão Brasileiro em 1984 e tetra do Carioca pelo Tricolor, Deley sabe bem o caminho para os títulos. Porém, o ex-meia do Flu vê um cenário preocupante para o time no Brasileirão. Segundo ele, as diversas mudanças sofridas no clube complicaram a situação do Fluzão e o desempenho no Cariocão foi um sinal de alerta.

Deley pede cautela com Kenedy e Gerson, joias de XerémAndré Mourão

"De verdade, é preocupação. Espero dificuldades para esse time. Vou torcer muito para que não tenha. O time foi muito mexido e não teve um bom desempenho no Carioca. Eu sinceramente não sei o que posso esperar desta equipe", afirmou.

Sem muitos recursos após saída de seu principal patrocinador, o Fluminense recorreu a apostas e a sua categoria de base. Apesar da qualidade dos jovens jogadores, Deley pede cautela com as joias de Xerém.

"É o caminho do Fluminense e de todos os times do Brasil, mas fico preocupado com o cenário do Tricolor. É muito teórico você apostar na molecada de Xerém. Você não pode jogar toda a responsabilidade em cima deles. O futuro do Flu está lá, mas eles não vão chegar para decidir tudo", disse.

EDMUNDO COLOCA O VASCO NA BRIGA PELO G-4

Um dos maiores ídolos da história do Vasco, Edmundo liderou e foi o grande destaque do Cruzmaltino no título Brasileiro de 1997. Hoje comentarista, o ex-atacante acompanha de perto a temporada da equipe de São Januário e vê um cenário animador para a disputa do Brasileirão após a conquista do Campeonato Carioca.

Edmundo destaca faro de artilheiro de GilbertoCarlos Moraes

"Eu vejo um cenário positivo para o Vasco. Um time motivado pela conquista do Carioca, equipe sólida e que agora começou a buscar reforços, trazendo jogadores de nome. O Brasileiro é uma incógnita, sempre tem muitos favoritos. É difícil prever o que pode acontecer em uma competição longa, com 38 rodadas. Acho que o Vasco vai brigar lá na frente, tem chance de ficar na disputa por uma vaga na Libertadores", analisa.

De volta à Série A após jogar a Segunda Divisão em 2014, Edmundo vê o Vasco forte para ter uma campanha digna em seu retorno. Para ele, o principal trunfo do Cruzmaltino para conseguir um bom desempenho na competição é o conjunto vascaíno. 

"O destaque do Vasco é o conjunto. Tem uma defesa muito boa com o Luan, a experiência do Rodrigo e do Martín Silva. O Serginho foi uma grata surpresa e foi bem até agora. Gosto muito dos atacantes, a velocidade do Rafael Silva, a técnica do Dagoberto, que vai contribuir mais quando estiver 100%. O Gilberto é o cara que a torcida adora. Está sempre lutando, não desiste nunca da jogada", afirma.

Confira mais palpites dos ídolos para o Brasileirão:

Favoritos ao título e G-4

"Se fosse para destacar, hoje eu colocaria a dupla mineira: Atlético e Cruzeiro. O Corinthians também tem um elenco muito bom e o Tite é capacitado para buscar títulos. Não descartaria uma briga por uma vaga na Libertadores para o Santos e acho que o Palmeiras e o Internacional podem correr por fora. O estádio do Palmeiras e a torcida prometem ser um dos pontos fortes do time", projeta Sávio?.

"O Corinthians está bem armado. O Internacional é sempre uma promessa, apesar de nunca acontecer. Eles têm um elenco forte sempre. O São Paulo dá sinais de que começou a querer jogar o que se espera deles. Acho que fica por aí. O Cruzeiro está se reconstruindo, talvez possa chegar também nessa briga pelo topo", prevê Deley.

"Acho que tem muita coisa para acontecer ainda. O Brasileiro é uma coisa e a Libertadores é outra. Os times que ainda estão disputando (Atlético-MG, Corinthians, Cruzeiro, Internacional e São Paulo) foram os que mais se reforçaram. Com esse cenário, não dá para saber como vai ser e quem chega como favorito ao título", declara Edmundo.

Rebaixamento

"Essa, na minha opinião, é a briga mais difícil. Todo ano pode cair um time grande", diz Sávio.

"Os quatro de Santa Catarina (Avaí, Chapecoense, Figueirense e Joinville) vão ficar no meio dessa briga, mas como sempre vai ter time grande brigando para não cair", avalia Deley.

"Do Rio não vejo ninguém brigando para não cair. Esse ano tem quatro times de Santa Catarina, é muita coisa. Não acho que eles todos se mantenham. Só quando começar o Campeonato, com as primeiras rodadas, para ter um panorama do que vai ser a briga contra o rebaixamento", aponta Edmundo.

Artilheiro

"Gosto do Fred. Ele é um atacante que sempre decide e chama responsabilidade. Ele é o que tem mais condições de brigar por artilharia. O (Marcelo) Cirino talvez, depende da boa fase", declara Sávio.

"O futebol brasileiro vive uma pobreza muito grande, a qualidade é muito ruim, mas colocaria o Fred e o Guerrero nesta disputa. O Leandro Damião agora está mais à vontade no Cruzeiro e de repente pode desencantar neste ano", afirma Deley.

"Vai depender muito dos times que estão na Libertadores. Eles priorizam essa competição. Acho que esses jogadores que não estão lá levam vantagem na hora de ter um desempenho melhor. Vão jogar só o Brasileiro, vão ter mais descanso, vai depender das campanhas de cada um. Se o time for bem, terão destaques individuais. Coloco aí Guerrero, Luis Fabiano, Nilmar, Fred e Gilberto. Eles aparecem como favoritos", projeta Edmundo.

Craque do Brasileirão

"Hoje, no futebol brasileiro, não vejo nenhum craque que esteja perto de alcançar este patamar", analisa Sávio.

"Lucas Lima, do Santos, pode ser uma boa aposta. Está pintando bem nesta temporada, tem feito bons jogos. No geral, o Brasileirão realmente carece de nomes de qualidade", afirma Deley.

"Não tenho nenhum destaque individual para escolher", encerra Edmundo.

Reportagem de Edsel Britto e Victor Abreu

Você pode gostar