Por pedro.logato

Rio - As farpas entre Fluminense e Vasco, com discussão pelo lado direito do Maracanã e até disputa pelo ‘coração’ de Ronaldinho Gaúcho, tiraram o foco do campo e aumentaram a tensão para o clássico de domingo. Mas há sempre espaço para o amor no futebol. A crise de relacionamento entre os rivais não abalou o casal Gustavo Varella, de 22 anos, e Maria Paula Camposo, de 21.

Gustavo e Maria Paula vão torcer juntosAndré Mourão

Os estudantes, moradores da Ilha do Governador, vão se reunir hoje para torcer juntos e mostrar que o que vale, no fim das contas, é a união.

“Nós sempre assistimos aos jogos juntos, em casa ou em um bar” , disse Gustavo, tricolor fanático, daqueles que não perdem uma partida sequer.

Se a polêmica sobre qual lado as torcidas devem ocupar agitou o clássico, o casal afirma que entre eles não existe problema: a confiança nos seus times independe disso.

Desde pequena, Maria Paula acompanha o pai nos jogos para incentivar o Vasco. Apesar da tradição cruzmaltina de ocupar o lado direito do Maracanã, ela não apoiou Eurico Miranda, que pediu para a torcida boicotar o jogo. “Tem de ter as duas torcidas. E que a do Vasco saia feliz.”

Estagiária Renata Amaral sob a supervisão de Martha Esteves

Você pode gostar