Por pedro.logato

Rio - Água no chope do Fluminense. No dia em que o clube apresentou Ronaldinho, a equipe foi derrotada pelo rival que o craque esnobou. Dentro de campo no Maracanã, vitória do Vasco por 2 a 1. Com o resultado, o Gigante da Colina continua na zona de rebaixamento e o Tricolor segue no G-4 do Brasileirão. O clube das Laranjeiras perdeu a chance de ficar na liderança.

Na próxima rodada, o Fluminense vai enfrentar a Chapecoense, às 11 horas da manhã, no domingo, em Santa Catarina. O Vasco joga no mesmo dia, às 18h30, contra o Palmeiras, em São Januário.

Vasco derrotou o Fluminense por 2 a 1 no MaracanãJoão Laet / Agência O Dia

O JOGO

O clássico começou bastante disputado no Maracanã. Com muitas divididas, o Vasco não se assustou com o estádio lotado como praticamente toda a torcida tricolor. O Gigante conseguia manter mais a posse de bola no ataque e o Fluminense tinha dificuldades de sair jogando.

Porém, com o passar do tempo, o Tricolor foi evoluindo e passou a tomar conta do jogo. Sem nenhuma grande oportunidade, mas com mais posse de bola. O Fluminense assustou a meta de Jordi apenas em um chute de fora da área de Giovanni e em uma falta cobrada por Jean.

Quando a partida parecia que terminaria empatada, o Vasco conseguiu o seu gol. Madson fez o cruzamento e Andrezinho subiu mais que Edson e deixou o Gigante da Colina em vantagem na primeira etapa. 

Ronaldinho foi apresentado antes do jogo no MaracanãAlexandre Brum

O Fluminense voltou para a segunda etapa com um problema logo no começo. Giovanni sofreu uma lesão e teve que sair, no seu lugar entrou Osvaldo. A lateral-esquerda passou a ser feita por Gustavo Scarpa. O duelo ficou bastante aberto.

Em um belo contra-ataque, Christiano teve a chance de ampliar, mas chutou para boa defesa de Cavalieri. No lance praticamente seguinte, o Fluminense chegou ao empate. Gerson lançou para Marcos Júnior, que em condição legal, finalizou forte, sem chances de defesa para Jordi.

Aos 25 minutos, o Vasco voltou a ficar na frente no placar em uma jogada linda. Jhon Cley avançou com a bola e acertou um belo chute, sem nenhuma chance de defesa para Diego Cavalieri. O Tricolor ficou um pouco atordoado e quase levou o terceiro gol de Thalles, após falha de Antônio Carlos.

Fred até então sumido da partida teve uma boa chance aos 35 minutos. Wellington Silva cruzou na medida para o atacante, que cabeceou para boa defesa de Jordi. Enderson ainda colocou Magno Alves em campo, mas a vitória vascaína já estava garantida.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 2 VASCO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 19/7/2015 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Renda e público: R$ 1.816.345,00 / 37.687 pagantes / 41.764 presentes
Cartões amarelos: Gerson, Marcos Junior (FLU); Anderson Salles, Christianno, Jhon Cley, Jordi, Serginho (VAS)
Gols: Andrezinho 39'/1ºT (0-1), Marcos Junior 13'/2ºT (1-1) e Jhon Cley 25'/2ºT (1-2)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Antonio Carlos e Giovanni (Osvaldo 6'/2ºT); Edson (Higor 38'/2ºT) e Jean; Gustavo Scarpa, Marcos Júnior e Gerson (Magno Alves 35'/2ºT); Fred - Técnico: Enderson Moreira.

VASCO: Jordi, Madson, Aislan, Rodrigo e Christianno; Anderson Salles, Serginho, Andrezinho e Jhon Cley (Emanuel Biancucchi 33'/2ºT); Herrera (Riascos 19'/2ºT) e Dagoberto (Thalles 28'/2ºT) - Técnico: Celso Roth.


Você pode gostar