Por pedro.logato

São Paulo - Na "ciranda" do Brasileiro, mais um treinador perdeu o emprego. Guto Ferreira não resistiu a sequência negativa da Ponte Preta e deixou o clube paulista. Sem vencer há sete partidas, com quatro derrotas e três empates, a equipe campineira aparece na 13ª colocação, com 19 pontos, a cinco do Goiás, que abre a degola.

Guto Ferreira deixou o comando da PonteDivulgação

“Após a reunião que tivemos a diretoria entendeu que a melhor opção para o momento é realizar a troca do comando técnico do clube. Sabemos da qualidade do trabalho do treinador Guto Ferreira, porém, em virtude dos últimos resultados optamos em fazer a troca. Agrademos aos serviço deste treinador e sua comissão”, disse o gerente de futebol Gustavo Bueno. A Macaca irá definir nos próximos dias um novo profissional para o cargo.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Brasileiro

O treinador deixa a Ponte com 107 partidas, somando as duas passagens pelo clube, com 51 vitórias, 28 empates e 28 derrotas, um aproveitamento de 56,38%. Ele é um dos dez treinadores que mais comandaram a Ponte na história. Em pouco mais de um ano nesta segunda passagem, ele foi um dos principais responsáveis pelo acesso à elite nacional.

Você pode gostar