No reencontro com Marcelo Oliveira, Cruzeiro bate o Palmeiras no Mineirão

Raposa sobe na tabela e impede o Verdão de pular para o G-4

Por O Dia

Minas Gerais - Bicampeão brasileiro com o Cruzeiro, Marcelo Oliveira voltou a pisar no Mineirão, agora à frente do Palmeiras. O reencontro com o ex-clube, neste domingo, foi amargo. Os jogadores da Raposa fizeram questão de cumprimentar o técnico - demitido em junho. Em campo, a Raposa venceu por 2 a 1.

A Raposa pula para a 11ª posição, com 21 pontos, e se afasta da zona da confusão. O Palmeiras perde a chance de voltar para o G-4 do Brasileiro. O Verdão está em sexto lugar, com 28 pontos. O Cruzeiro volta a campo na quinta-feira, às 21h, e enfrenta o Joinville na Arena Joinville. O clube paulista entra em campo na quarta-feira, às 19h30, e vai encarar o lanterna Coritiba no Couto Pereira.

O Cruzeiro abriu o placar logo aos quatro minutos. Vinícius Araújo rolou para Alisson marcar: 1 a 0. O Palmeiras encontrava dificuldade para criar. A Raposa tentava dar o bote. Marinho obrigou Fernando Prass a se virar e a salvar os paulistas. Os donos da casa tiveram a chance de ir para o intervalo vencendo por 2 a 0. Marinho cruzou e a bola tocou no braço de Victor Ramos. A arbitragem marcou pênalti. O zagueiro estava com o braço junto ao corpo. Porém, Prass defendeu a cobrança de Marinho.

O Palmeiras chegou ao empate no segundo tempo com Cristaldo. Porém, Arrascaeta surgiu para dar a vitória ao Cruzeiro, que levou a melhor no reencontro com Marcelo Oliveira.