Resumo da rodada: cariocas vivem seca de gol e de vitória no Brasileirão

Flamengo, Fluminense e Vasco sofrem no fim de semana

Por O Dia

Rio - Mais uma rodada da Série A para a torcida carioca esquecer. Nem um golzinho sequer para animar o fim de semana. Flamengo, Fluminense e Vasco passaram em branco e não têm motivos para sorrir. A seca de gols e de vitória complica a vida dos clubes.

Guerrero%2C Marcos Junior e Rafael Silva não impediram a seca de gols e de vitória dos cariocasArte

O Fluminense foi o primeiro a entrar em campo. No sábado, sofreu com a "lei do ex", aquela "regra" em que o time vê um jogador que já vestiu a camisa a favor agora brilhar contra. Walter não deitou e rolou, mas fez o gol da vitória do Atlético-PR. Com a derrota, o Flu não se distancia da zona da degola.

A "lei do ex" também apareceu no jogo do Flamengo. Porém, não foi Guerrero o "ex" a brilhar. Para desespero da torcida rubro-negra, Vagner Love se transformou em carrasco e fez o gol da vitória do Corinthians. Guerrero lutou o tempo e se salvou, mas não impediu mais uma derrota do Fla, a terceira seguida. O G-4 está cada vez mais longe.

O Vasco não amargou o dissabor da derrota, mas o empate sem gols com o Grêmio, no Maracanã, não mudou a situação delicada do time. O Gigante da Colina continua na lanterna e perdeu a chance de ganhar duas posições e de ver a salvação mais perto.

Foi uma rodada dos visitantes. Os mandantes tiveram menos vitórias do que os times que atuaram longe dos seus domínios. O Sport, por exemplo, conseguiu o primeiro triunfo longe de Pernambuco e bateu o Palmeiras, que poupou jogadores de olho na semifinal da Copa do Brasil.

O São Paulo também deu o bote fora de casa. O Tricolor afundou o Coritiba no Couto Pereira e embolou a briga pelo G-4 do Brasileiro. Foi a primeira vitória de Doriva à frente do clube paulista.

O Cruzeiro foi o outro time a se dar bem fora de casa: vitória sobre o Goiás, no Serra Dourada. A Raposa alimenta o sonho de brigar pelo G-4. O Esmeraldino, assim como o Coxa, amargou a quinta derrota consecutiva. Os dois estão atolados no Z-4.

O Internacional se salvou em casa. O Colorado sofreu, mas bateu o Joinville - Vitinho foi o herói do clube gaúcho. O triunfo do Atlético-MG - o outro mandante vencedor - também foi sofrido. Com susto no fim, o Galo bateu a Ponte Preta e manteve vivo o sonho do título. Além disso, ganha moral para a "decisão" com o líder Corinthians, no próximo domingo.

Outros dois empates fecharam a rodada. Figueirense e Santos não saíram do zero a zero no Orlando Scarpelli. O Peixe continua no G-4. Chapecoense e Avaí também amargaram um 0 a 0, com erro polêmico e grave da arbitragem.