Com pênalti no fim, Chapecoense busca empate com Santa Cruz em Pernambuco

Os gols foram de Arthur e Bruno Moraes, pelos donos da casa, e Kempes e Bruno Rangel pelos visitantes. Santa segue no Z-4 e Chape em 11º

Por O Dia

Recife - A Chapecoense marcou no fim e buscou o empate por 2 a 2 com o Santa Cruz na Arena Pernambuco, nesta quarta-feira à tarde, em partida válida pela 23ª rodada do Brasileirão. Os gols foram de Arthur e Bruno Moraes, pelos donos da casa, e Kempes e Bruno Rangel pelos visitantes.

O resultado não foi bom para ninguém. Os pernambucanos permaneceram na 19.ª e penúltima posição, agora com 20 pontos, e a Chapecoense perdeu uma posição na tabela e é a 11ª colocada, com 31. Domingo, os catarinenses encaram o Coritiba em casa. No mesmo dia, o Santa Cruz faz o clássico com o Sport na Ilha do Retiro.

O JOGO

Os catarinenses respeitaram o Santa Cruz desde o primeiro minuto nesta quarta. O time da casa mandou no jogo durante metade da primeira etapa, com jogadas pelas laterais e posse da bola. O gol quase saiu aos 17 minutos, quando Arthur testou e Danilo fez difícil defesa.

Acuada, a Chapecoense precisava de um contra-ataque para agredir o adversário. E ele veio aos 27 minutos. Kempes brigou no meio, tocou na direita para Gil e foi até a área para receber de volta, tirar o goleiro e abrir o placar.

O jogo, então, virou e ficou mais difícil para os donos da casa, que respiraram aliviados com o apito determinando o fim do primeiro tempo.

A postura dos pernambucanos mudou e foi notável no recomeço da partida. Três chances em dez minutos. Aos 11, Arthur cabeceou novamente e desta vez venceu o goleiro adversário para igualar o marcador.

Dois minutos depois, o time da casa ficou com um a menos, após a expulsão do zagueiro Luan Peres. Na sequência, a Chapecoense quase desempatou em chute forte de Lucas Gomes. Mas foram os pernambucanos que fizeram o segundo, aos 18 minutos. João Paulo lançou da direita e o reserva Bruno Moraes dominou nas costas da zaga antes de marcar.

O jogo perdeu o ritmo com as alterações de ambos os lados, até que Danilo Pires derrubou Kempes na área e o árbitro marcou pênalti, aos 41 minutos. Bruno Rangel foi para a bola e empatou. O Santa Cruz ainda teve duas chances claras no fim, mas o resultado terminou mesmo em 2 a 2.