Crise? Torcedores protestam em frente a CT do Atlético-MG: 'Eu quero é raça'

Clube vive mau momento no Campeonato Brasileiro

Por O Dia

Minas Gerais - Um grupo de torcedores do Atlético Mineiro foi até a entrada da Cidade do Galo, centro de treinamento do clube, em Vespasiano (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte, para protestar em razão da má fase da equipe no Campeonato Brasileiro, que resultou na demissão do técnico Roger Machado durante a semana e a chegada de Rogério Micale para o cargo.

Os manifestantes gritavam "eu quero é raça" e entoavam outros cânticos tradicionais de torcidas organizadas do lado de fora do CT, enquanto que os jogadores, sob o comando do auxiliar técnico Diogo Giacomini, finalizavam a preparação para o duelo contra o Vasco, neste domingo, às 19 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

A cobrança por melhores resultados e mais empenho por parte dos jogadores já havia ficado mais forte na derrota da equipe atleticana para o Bahia por 2 a 0, na quarta-feira passada, em Belo Horizonte. Jogadores foram vaiados e o time chamado de "sem vergonha". Os fracassos em casa custaram o cargo de Roger Machado.

Rogério Micale, anunciado como novo comandante da equipe na temporada pelo presidente do clube, Daniel Nepomuceno, ainda não estará no banco de reservas neste fim de semana. Ele será anunciado oficialmente pela diretoria nesta segunda-feira.

O auxiliar-técnico Diogo Giacomini já anunciou que poupará alguns titulares no embate contra o Vasco devido à decisão de uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 19h30, diante do Botafogo, no Rio. Os mineiros venceram por 1 a 0 na partida de ida, em Belo Horizonte.

É possível que o Atlético Mineiro inicia o jogo contra o time cruzmaltino com a seguinte formação: Giovanni; Alex Silva, Matheus Mancini, Gabriel e Leonan; Roger Bernardo, Gustavo Blanco, Yago, Marlone e Valdívia; Fred.