Por fabio.klotz

Rio - A guerra dos ingressos tirou o foco do campo, com manifestos, protestos e críticas entre clubes e federação, mas chegou a hora de a bola rolar para o Campeonato Carioca. O estadual que já foi considerado mais charmoso do Brasil começa neste sábado. Dezesseis clubes vão brigar pelo posto de "Campeão dos 450 Anos", em referência ao aniversário da cidade.

LEIA MAIS: Botafogo vê o Carioca como ponto de partida para ano de 'renascimento'

Jefferson%2C Marcelo Cirino%2C Fred e Martín Silva%3A atrações do CariocaArte

Bangu, Barra Mansa, Boavista, Bonsucesso, Cabofriense, Friburguense, Macaé, Madureira, Nova Iguaçu, Resende, Tigres e Volta Redonda tentam incomodar e beliscar um lugar ao sol contra Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco.

LEIA MAIS: Atual campeão, Flamengo aposta na velocidade e tem status de favorito

A fórmula de disputa do Carioca é a seguinte: a Taça Guanabara será a fase de classificação, com os 16 times se enfrentando em turno único. O primeiro colocado será o campeão da Taça GB. Na semifinal, os quatro primeiros lugares (1º lugar x 4º lugar e 2º lugar x 3º lugar) disputam dois jogos. O campeão da Taça Guanabara e o vice têm vantagem de dois empates. Na final, que também será disputada em dois jogos, o time de melhor campanha da Taça Guanabara terá vantagem de dois empates.

LEIA MAIS: Flu tenta superar desconfiança no Carioca e deposita as fichas em Fred

Nesta edição, a Ferj, em arbitral com os clubes, estabeleceu que o Carioca terá ingressos com preços promocionais, variando de R$ 5 a R$ 50. Flamengo, Fluminense e Consórcio Maracanã questionam a medida, no que resultou em toda a polêmica até agora.

LEIA MAIS: Vasco tenta superar trauma de 2014 e iniciar retomada no Carioca

Para o campo, pouco impacto nas contratações. O Flamengo mantém os pés no chão no processo de austeridade econômica. Mesmo assim, conseguiu buscar Marcelo Cirino, destaque do Atlético-PR. Botafogo, Fluminense e Vasco vivem momento semelhante de reestruturação.

Você pode gostar