Por fabio.klotz

Macaé - Apesar de não ser convincente, o Vasco começou o Campeonato Carioca bem. O Cruz-Maltino derrotou a Cabofriense por 2 a 0 neste domingo, no estádio Moarcyzão. Com gols de Bernardo e Marcinho, a equipe carioca teve atuação apenas razoável, mas não teve dificuldades para garantir o triunfo.

Bernardo abriu caminho na vitória do Vasco sobre a Cabofriense por 2 a 0Divulgação

Com maior posse de bola e pressionando desde o inicio do jogo, o Vasco teve domínio na maior parte da torcida, porém não conseguia criar chances reais de gol. O primeiro veio apenas no segundo tempo, após boa jogada de Montoya, Bernardo recebeu livre na área e abriu o placar. Já próximo do fim, Marcinho finalizou da entrada área e contou com um desvio na zaga da Cabofriense para dar números finais ao jogo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

O Vasco agora volta a campo na próxima quinta-feira e recebe o Madureira, às 21h, em São Januário. Já a Cabofriense visitará o Boavista, também na quinta, às 17h, no Eucyr Resende, em Saquarema.

O JOGO

O Vasco mostrou desde o primeiro minuto de jogo que iria para cima da Cabofriense. Com maior posse de bola, o Cruz-Maltino pressionava a saída de jogo do adversário e trocava passes sem parar. Porém, o domínio não se concretizava em chances e os cariocas pouco criavam perigo contra o gol de Luis Cetín. Somente aos 34, a equipe da Colina chegou com perigo, em falta cobrada por Bernardo que passou com perigo a direita do gol.

Apostando no contra-ataque, a Cabofriense só tentava atacar na boa. Aos 41, a equipe da Região dos Lagos teve a única chance do primeiro tempo. Após jogada pela direita, Jones limpou a jogada, mas a finalização saiu sem força e Martín Silva defendeu com facilidade.

LEIA MAIS: Bernardo elogia estreia do Vasco: 'O resultado foi de bom tamanho'

Em dificuldade para conseguir a penetração, o Vasco passou a abusar dos chutes de fora, todos sem precisão e direção alguma. Apesar da posse de bola muito maior durante todo o primeiro, a equipe carioca foi para o intervalo sem uma chance real de gol.

Na volta do segundo tempo, o Vasco continuou com a mesma postura da primeira etapa, pressionando a saída de bola e mantendo a posse. Aos sete, a pressão deu resultado. Montoya recuperou na intermediária, fez ótima jogada e achou Bernardo livre dentro da área para finalizar e abrir o placar para o Cruz-Maltino.

Mais objetivo do que no primeiro tempo, o Vasco começou a criar mais chances e aproveitar a maior posse de bola. Aos 17, Rafael Silva arrancou pela direita, mas preferiu chutar aos invés de cruzou e desperdiçou uma boa chance para ampliar o placar.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Após o gol, a Cabofriense se lançou ao ataque tentando igualar a partida, mas esbarrava em suas limitações. Esperando a chance de um contra-golpe, o Vasco teve aos 34. John Cley foi lançado sozinho, fez boa jogada, mas errou a finalização que passou a esquerda do gol. No minuto seguinte, a equipe da Região dos Lagos teve a melhor chance para empatar. Após cruzamento na área, Fabricio Carvalho subiu sozinho, mas cabeceou de forma displicente achando que estava impedido, porém o lance era normal.

Na sequência, o Vasco respondeu a altura. O jovem Yago fez linda jogada, driblou bem o zagueiro da Cabofriense, mas chutou a esquerda do gol de Luís Cetin. Em três minutos, o jogo melhorou após um bom tempo sem emoções. Aos 38, Jean Patrick chegou pela direita e acertou um belo chute de fora da área que passou com perigo.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Carioca

Aos 44, o Cruz-Maltino finalmente decidiu o jogo. Após cruzamento na área, Jean Patrick ajeitou a bola para Marcinho da entrada da área finalizar e marcar o segundo gol do Vasco. O meia ainda contou com o desvio da zaga para balançar as redes. Com a diferença consolidada, a equipe de São Januário apenas administrou e garantiu o triunfo na estreia do Carioca.

FICHA TÉCNICA

CABOFRIENSE 0x2 VASCO

Estádio: Moarcyzão (Macaé)
Renda e Público: Pagantes 4.401/Presentes 4.982/R$ 93.620
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Gols: Bernardo (Vasco, aos 7' do 2ºT) e Marcinho (Vasco, aos 44' do 2ºT)
Cartões Amarelo: Hiroshi (Cabofriense)
Cartões Vermelho: -

CABOFRIENSE: Luis Cetín; Amaral (Têti, aos 25' do 2ºT), Victor Silva, Mário Luis e Leandro; Everton (Gilcimar, aos 11' do 2ºT), Lenon, Hiroshi e Jones (Kaká Mendes, aos 11' do 2ºT); Arthur Faria e Fabrício Carvalho. Técnico: Alfredo Sampaio

VASCO: Martin Silva, Madson (Jean Patrick, aos 37' do 2ºT), Luan, Rodrigo e Christiano; Serginho e Lucas; Montoya (Yago, aos 20' do 2ºT), Marcinho e Bernardo (John Cley, aos 29' do 2ºT); Rafael Silva. Técnico: Doriva


Você pode gostar