Derrota de clubes e da Ferj na Justiça

Liminar exige devolução de dinheiro relativo a meia-entrada

Por O Dia

Rio - A Justiça atendeu a pedido do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) e concedeu liminar obrigando os clubes e a Ferj a devolver valores a torcedores que tinham direito a meia-entrada e não foram respeitados na primeira rodada do Campeonato Carioca. Há previsão de multa de R$ 300 mil no caso de descumprimento.

No início da competição, sob o argumento de atrair mais torcedores, a federação anunciou a cobrança de meia em todas as partidas. No entanto, a medida só vigorou na primeira rodada, uma vez que, após muita polêmica, houve recuo da própria Ferj.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

A liminar foi concedida pelo Juizado do Torcedor e Grandes Eventos, sob o argumento de que visa proteger aqueles com direito a meia-entrada, como estudantes, menores de 21 anos, professores da rede pública municipal e idosos.

O MP-RJ cita como exemplo o jogo do Botafogo contra o Boavista, em São Januário, válido pela primeira rodada. A fiscalização constatou a cobrança de R$ 15 ao público em geral (ingresso promocional), sem que houvesse a comprovação do direito ao benefício da meia-entrada — no caso, R$ 7,50. A ação requer ainda que os réus sejam condenados a devolver em dobro aos torcedores o valor pago a mais.