Tempo Real: Com treinador novo, Fluminense enfrenta a Cabofriense

Ricardo Drubscky estreia à frente do Tricolor

Por O Dia

Rio - Na estreia do Ricardo Drubscky, o Fluminense não mostrou grande modificação em relação a equipe de Cristóvão, porém, com o retorno de Giovanni e de Kenedy, o Tricolor conseguiu mostrar uma desenvoltura maior e derrotou a Cabofriense por 3 a 0 no Maracanã.

Com o resultado, o Tricolor está mais próximo do G-4, já que o Madureira apenas empatou com o Bonsucesso na quarta-feira. Dois pontos separam as equipes. O Fluminense volta aos gramados contra o Barra Mansa, em Macaé, no domingo. Já a Cabofriense joga em casa no mesmo dia contra o Nova Iguaçu.

O JOGO

O Fluminense iniciou propondo o jogo a Cabofriense no Maracanã. Com uma movimentação um pouco lenta, o Tricolor não conseguia pressionar a equipe da Região dos Lagos no seu campo de defesa. O clube carioca teve duas oportunidades no começo do jogo, as duas em finalizações de fora da área, na primeira, Wagner finalizou e a bola desviou na zaga da equipe de Cabo Frio e a bola foi para fora. Na outra, Kenedy arriscou e Rafael fez grande defesa salvando os visitantes.

Na terceira chance que teve, o Flu abriu o placar. Giovanni roubou a bola e puxou contra-ataque, Kenedy recebeu, prendeu um pouco de mais e tocou para Gerson, o apoiador cortou para dentro e finalizou forte, sem chances de defesa para o goleiro Rafael, da Cabofriense.

Com a vantagem no placar, o Tricolor não embalou no jogo e a partida continuou caminhando em ritmo lento. Apenas aos 39 minutos, o Flu voltou a ameaçar a Cabofriense. Jean cobrou falta e Rafael fez bela defesa, evitando o segundo gol do clube das Laranjeiras.

Para o segundo tempo, o Fluminense voltou acelerado. Fred e Wagner fizeram bela tabelinha e o atacante chutou forte para boa defesa de Rafael. Logo depois, o Tricolor conseguiu o segundo gol. Após cobrança de escanteio, Marlon cabeceou e a bola sobrou para Edson que colocou a bola para dentro.

Animado, a equipe das Laranjeiras queria mais. Kenedy levou para a perna esquerda e soltou a bomba, novamente o ex-goleiro do Flu, Rafael fez bela defesa, salvando a equipe da Região dos Lagos. No fim ainda houve tempo para Fred desencantar. Após cruzamento de Vinícius, o atacante subiu e anotou o seu sétimo gol no Carioca, fechando o placar.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 CABOFRIENSE

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Juiz: Grazziani Maciel Rocha
Cartões amarelos: Leandro Souza, Gerson, Marcinho e Gilcimar (CAB); Kenedy (Flu)
Renda e Público: R$ 62.890,00 / 2.781 pagantes
Gols: Gerson (22'/1ºT), Edson (12/2ºT) e Fred (33'/2ºT)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Marlon e Giovanni; Edson, Jean, Gerson e Wágner (Vinícius, 20'/2ºT); Kenedy (Lucas Gomes, 39'/2ºT) e Fred (Walter, 35'/2ºT). Técnico: Ricardo Drubscky

CABOFRIENSE: Rafael; Lenon, Leandro Souza, Vladimir e Leandro; Hiroshi, Everton (Chiquinho,18'/2ºT), Gerson e Marcinho (Marco Aurélio, 30'/2ºT); Gilcimar (Fabrício Carvalho, 30'/2ºT) e Arthur. Técnico: Edson Souza