Na semana do clássico, dupla Fla-Flu segue unida em embate com a Ferj

Rivais travam batalha com a Federação e podem criar um Liga

Por O Dia

Rio - Nas vésperas do clássico entre Flamengo e Fluminense, os dois clubes, que durante todo o Campeonato Carioca, travaram um duelo contra a Ferj, devido aos valores dos ingressos, mantiveram a sua posição contrária a entidade do Rio de Janeiro. Em entrevista á ESPN, os presidentes dos clubes cariocas mantiveram as críticas que vem sendo feitas a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

Fla-Flu se unem contra a FerjDivulgação

"Infelizmente mais uma vez tivemos que participar de um Campeonato que muda de regulamento durante a competição. Os clubes precisam se unir, seguir os exemplos de Flamengo e Fluminense para que a gente consiga modificar a disputa da competição no ano que vem", afirmou o presidente do Tricolor das Laranjeiras, Peter Siemsen.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

O mandatário rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, voltou a falar sobre a possibilidade de criação de uma Liga formada por todos os clubes do Rio de Janeiro, em contraposição as escolhas da Federação. "Não podemos aceitar essas ordens, o futebol carioca precisa de mudanças, queremos unir todos os clubes", disse.

O presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes, também tomou a palavra. O mandatário afirmou que todas as medidas criticas por Flu e Fla foram aprovadas em assembleias com votos favoráveis dos dois clubes.

"Eles falam que a gente criou a "Lei da Mordaça", mas tanto o Flamengo, quando o Fluminense participaram das votações e mostraram posições favoráveis a nossa. Tenho total certeza que a Ferj tem feito o possível para ajudar no crescimento do futebol carioca", concluiu.