Jorginho e Ricardo Gomes duelam para manter a invencibilidade no Carioca

Companheiros de longa data se reencontram neste domingo

Por O Dia

Rio - De muito contestados no início do ano a donos da melhor campanha na primeira fase do Carioca, Vasco e Botafogo se enfrentam neste domingo, às 19h, em São Januário. A boa fase valoriza o trabalho de Jorginho e Ricardo Gomes, técnicos que enfrentam o árduo processo de resgate da tradição dos clubes no cenário nacional. Amigos de longa data, eles estão prontos para o reencontro, desta vez, à beira do gramado.

O de Ricardo Gomes com o Vasco, em particular, será especial, quatro anos e meio depois de ter sofrido um AVC quando comandava o cruzmaltino. Recuperado, ele ainda ocupou o cargo de diretor-técnico, entre novembro de 2012 e fevereiro de 2014.

O desejo de voltar a exercer a função de técnico, porém, falou mais alto. No Botafogo, Ricardo Gomes ganhou a chance de regressar ao mercado e comandar a equipe na conquista da Série B do Brasileiro em 2015.

Vasco busca nova vitória em São JanuárioPaulo Fernandes/Vasco.com.br

Já Jorginho, este ano, terá o desafio de manter o resgate do orgulho vascaíno, iniciado pelo amigo e então treinador do Vasco na conquista da Copa do Brasil de 2011, após dez anos de jejum em competições nacionais. Com o terceiro rebaixamento no Brasileiro, a responsabilidade será ainda maior e clássicos como o de hoje servem de parâmetro do que se pode esperar contra adversários tradicionais.

Rivais na década de 80, Jorginho, então lateral-direito do Flamengo, e Ricardo Gomes, zagueiro do Fluminense, conquistaram, juntos, a prata nas Olimpíadas de Seul, em 1988. Ainda jogaram a Copa de 90. Hoje, porém, não vão compartilhar os três pontos.

“Tenho um grande amigo do outro lado como treinador. É alguém muito respeitado, muito querido no Vasco. Fez grande historia. É muito bom vê-lo com saúde, de volta ao futebol”, disse Jorginho.

Embalado pela vitória sobre o Fluminense, Ricardo Gomes vê o Botafogo com a autoestima em dia e preparado para o novo desafio. “Qualquer vitória dá moral. Ainda mais em clássico. O Fluminense tem um grande time, ainda em fase de arrumação. Isso realmente moraliza”, diz.

Botafogo é a única equipe com 100% de aproveitamentoVitor Silva / SS Press

Encontro raro no Brasileirão

Clássico que decidiu o Campeonato Carioca de 2015, Vasco x Botafogo tem ficado em segundo plano no cenário nacional. Afinal, este será o terceiro ano seguido que os dois clubes não vão se enfrentar no Campeonato Brasileiro, deixando o duelo apenas para o Estadual.

Em 2014, o Vasco estava na Série B do Brasileiro, assim como o Botafogo em 2015. Jogaram apenas quatro vezes nesse período, todas pelo Carioca. Em 2016, com os vascaínos de novo na Segundona, haverá pelo menos dois clássicos: o de hoje e o da próxima fase do Carioca.

A única chance de os dois clubes se encontrarem em uma competição nacional nesta temporada será na Copa do Brasil, se avançarem e caírem na mesma chave no próximo sorteio. Além disso, a quantidade de jogos em 2016 também pode ser maior em caso de semifinal ou de nova final do Carioca.

Dúvidas devem jogar

Vasco e Botafogo devem jogar o clássico de hoje com todos os titulares. No Glorioso, o goleiro Jefferson e o lateral Luis Ricardo treinaram normalmente ontem à tarde e devem jogar. O primeiro se recuperou bem de uma virose e não mostrou qualquer limitação. Já Luis, que foi poupado do treino de sexta-feira, não sentiu dor e foi confirmado. O zagueiro Joel Carli também foi mantido pelo técnico Ricardo Gomes. No ataque,Ribamar e Luís Henrique devem começar jogando.

Já o técnico Jorginho só tem uma dúvida para definir o Vasco. O zagueiro Rodrigo sofreu uma luxação moderada no ombro direito, com previsão de recuperação de 15 dias, mas surpreendeu ao participar do treino de ontem. Hoje ele será novamente reavaliado pelos médicos. Se não jogar Rafael Vaz deverá ser o seu substituto.