Hoje é dia de decisão! Fluminense e Vasco jogam por uma vaga na final do Carioca

Melhor ataque do Brasil, Tricolor pega a defesa fortalecida do time cruzmaltino na semifinal do Carioca

Por O Dia

Rio - Fluminense e Vasco iniciaram juntos a jornada no Campeonato Carioca. Mas, desde o clássico do dia 29 de janeiro, vencido pelos tricolores por 3 a 0, trilharam caminhos opostos. Três meses depois, os arquirrivais se reencontram no Maracanã, medindo forças para chegar à final do Estadual.

Fluminense vem de boa vitória sobre o GoiásNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

Por ter melhor campanha, o Fluminense joga com a vantagem do empate, enquanto os vascaínos precisam vencer para manter vivo o sonho do tricampeonato. Um missão e tanto contra uma equipe bem mais entrosada e dona de um ataque mortal. Logo no primeiro jogo do Carioca, o Vasco sentiu o poder de fogo da artilharia tricolor e sofreu três gols. Uma prévia de que o ataque montado pelo técnico Abel Braga daria muito trabalho na competição. O Fluminense contabiliza 51 gols em 23 partidas em 2017 e pode se orgulhar de ter no momento o melhor ataque do futebol brasileiro.

Vasco faturou a Taça RioSeverino Silva / Agência O Dia

“Se for reparar meus times, todos são ofensivos. Mas hoje o futebol precisa de predicados que encontrei nas características do meus jogadores atuais. Independentemente de quem entrar, meus atletas de lado trabalham muito pela equipe. São muitos gols, só não fizemos gol em dois jogos”, disse o técnico Abel Braga.

Nem mesmo a vantagem de jogar por um empate faz o técnico tricolor pensar em mudar o estilo da sua equipe.

“Não vamos entrar contra o Vasco pensando no empate. Nossa forma de jogar não muda”, prometeu Abelão que deverá manter a mesma formação do primeiro jogo contra o adversário, com a exceção de Gustavo Scarpa, que deu lugar a Richarlison por motivo de lesão.

No Vasco, não seria exagero dizer que a equipe de hoje é bem diferente daquela que levou de três do Flu na estreia no Carioca. Dos 11 titulares naquele clássico, apenas quatro seguem na equipe: Martín Silva, Rodrigo, Henrique e Nenê. Até o técnico é outro: Cristóvão Borges deu lugar a Milton Mendes. Além de ter mudado o astral do grupo, Mendes acertou a defesa, que era uma peneira na competição. Desde que assumiu a equipe, o Vasco levou apenas dois gols em seis jogos. E hoje mais do que nunca o setor defensivo não pode cometer erros pois a equipe precisa vencer para chegar à final.

“Vejo um time muito qualificado taticamente, rápido e que possui como característica puxar as equipes para seu campo para poder explorar o contra-ataque. Teremos dificuldades, mas eles também. Possuímos nossas armas e trabalhamos durante a semana em cima das duas formas que eles podem entrar em campo”, prometeu Mendes.

Flu não quer saber de briga

A boa fase da defesa vascaína e as constantes provocações do zagueiro Rodrigo nos jogos não tiram o sono dos tricolores.

“Rodrigo é um jogador experiente, mas não estou preocupado com ele. Vou entrar para jogar bola, longe de qualquer polêmica. Vou para jogar futebol, nada além disso”, prometeu o jovem atacante Pedro, que entra no lugar de Henrique Dourado.

O zagueiro Henrique também garante não ligar para Rodrigo. “Nossa equipe é jovem, mas é experiente. Estamos preparados e vamos entrar para jogar futebol. Se ele quiser ficar falando, deixa ele falar. Sabemos lidar com isso. Vamos jogar futebol e dar nosso melhor para sair com a vaga na final”, prometeu.

O técnico Abel Braga tem apenas uma dúvida na escalação do time. Douglas e Wendel brigam por uma vaga no meio.

Andrezinho fora do clássico

O Vasco terá um desfalque no clássico de hoje. O meia Andrezinho sentiu incômodo no músculo adutor da coxa e não foi relacionado. O titular será Guilherme Costa, que entrou muito bem na final da Taça Rio contra o Botafogo e ganhou pontos com o técnico Milton Mendes.

“André sentiu, teve um probleminha, e o Guilherme entrou muito bem no jogo passado. Vinha demonstrando que estava pedindo passagem. Ele fez bom jogo. Com ele ganhamos velocidade. O Lucas (lateral do Flu) tende a subir muito, e o Guilherme pode defender e sair rapidamente. Vamos ganhar corpo, porque ele defende bem”, afirmou o técnico.

Com a obrigação de vencer para chegar à final, Mendes garante que o Vasco está pronto. “Fizemos uma semana espetacular. Se mantiverem a calma, a probabilidade do passo ser forte e determinado é muito grande”, aposta.