Nova geração de torcedores está ansiosa pela decisão do Fla-Flu deste domingo

As duas equipes não se enfrentavam numa final desde 1995

Por O Dia

Rio - No dia em que Renato Gaúcho levou o título carioca de 1995 para as Laranjeiras, com um gol de barriga, parte dos atuais torcedores de Flamengo e Fluminense ainda não estava no ventre de suas mães. Rubro-negros e tricolores que cresceram ouvindo as histórias de Fla-Flus inesquecíveis estão ansiosos para, desta vez, acompanharem de perto mais um capítulo do clássico a ser escrito neste domingo.

Thiago%2C Leonardo Barreto%2C Giulia%2C Tainá%2C Leonardo Henrique e Gabriel%3A hora de gritar 'é campeão'Alexandre Brum / Agência O Dia

"Vai ser meu primeiro Fla-Flu no Maracanã, estou empolgado. Já vi Flamengo e Botafogo, Flamengo e Vasco, mas contra o Fluminense eu nunca fui, e vou logo em uma decisão", vibra Gabriel Gondim, que, apesar de ter nascido em 1996, garante: “O gol de barriga foi de mão”. A estudante tricolor Giulia Costa, de 19 anos, ao contrário, é só amor a Renato Gaúcho.

"Já vi o gol de barriga milhares de vezes pela Internet. Eu adoro o Renato, tenho amor por aquele homem", brinca a goiana, que descobriu a paixão pelo Fluminense em 2008, durante a ótima campanha na Libertadores.

Os garotos da base tricolor, jovens como ela, são sua aposta para a conquista do título. "Tenho fé nos moleques de Xerém. Wellington vem muito bem na temporada, mas aposto no Richarlison para ser o herói", afirma, confiante. Thiago Maceli, de 21 anos, não esconde a ansiedade para repetir a história de 1995: "Dormi e acordei pensando no jogo. Frequento Fla-Flus sozinho desde que tenho 17 anos, vim a praticamente todos no Maracanã desde aquela época. Estou ansioso".

Apesar de nunca terem acompanhado uma decisão entre os clubes, alguns Fla-Flus foram marcantes na trajetória dos jovens torcedores, com viradas improváveis, provocações e gols bonitos.

"Lembro dos 5 a 3 de virada para o Flamengo, com três do Adriano, fiquei 'boladão'. Mas, minha vitória inesquecível foi a do 'créu' do Thiago Neves, em 2008 (4 a 1 para o Fluminense). O Fla-Flu dos 100 anos também foi emocionante, um golaço do Fred de voleio", relembra Leonardo Henrique, de 20 anos.

Tainá de Oliveira, de 21, comemora até hoje a virada do Flamengo no Carioca de 2010: "Vi o Fla-Flu de 2010, os 5 a 3 dos três gols do Adriano, que foi inesquecível." Resta saber quem terá hoje a melhor lembrança do clássico.

Reportagem dos estagiários Gabriel Menezes e Yuri Eiras