Miranda reclama de críticas: "Perdemos uma e já parece que somos os piores"

Cotado para assumir a braçadeira de capitão da seleção com a suspensão do atacante Neymar, o zagueiro Miranda negou neste sábado que a equipe esteja em mau momento

Por O Dia

Chile - Cotado para assumir a braçadeira de capitão da seleção com a suspensão do atacante Neymar, o zagueiro Miranda negou neste sábado que a equipe esteja em mau momento após a derrota para a Colômbia por 1 a 0 na última quarta-feira, mas vê na partida deste domingo contra a Venezuela uma chance de exibir um futebol melhor.

LEIA MAIS: Confira notícias e resultados da Copa América

"O importante no futebol hoje é vencer. Perdemos uma partida e já parece que somos os piores, que nosso futebol não é convincente. Futebol é jogado a cada dia, a cada partida, e temos contra a Venezuela outra chance para mostrar que somos a seleção brasileira e que demos a volta por cima", declarou Miranda em entrevista coletiva.

Miranda reclamou das duras críticas sofridas pelo Brasil após a derrota para a ColômbiaEfe

Próxima a adversária do Brasil, a seleção venezuelana obteve há quatro anos sua melhor classificação em uma Copa América, com o quarto lugar. A 'Vinotinto' recebeu elogios do defensor.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação da Copa América

"Será um jogo difícil, contra uma equipe que atravessa grande evolução e conta com alguns jogadores que atuam na Europa. (A Venezuela) Marca bastante, joga forte e no contra-ataque", comentou Miranda, que depois enalteceu o nível do torneio continental como um todo.

"Com exceção do jogo do Chile, todos os outros tiveram diferença de um gol. Uma competição com times sul-americanos é sempre muito dura", opinou.

Últimas de _legado_Copa América