Mesmo sem Neymar em campo, Ramón Diaz espera um Brasil forte no sábado

Técnico da seleção paraguaia, que enfrentará os brasileiros pelas quartas de final da Copa América, diz que a equipe comandada por Dunga é uma potência com ou sem o atacante

Por O Dia

Chile - Pelo que parece a seleção paraguaia não espera enfrentar moleza no duelo que terá contra o Brasil, pelas quartas de final da Copa América, no sábado, às 18h30, em Concepción. Questionado sobre a ausência de Neymar, o técnico do Paraguai Ramón Diaz ressaltou que a Seleção comandada por Dunga é cosiderada uma potência e virá forte para o clássico decisivo. 

"Claro que não ter Neymar muda muito o Brasil. Ele é o goleador, o líder, faz a mudança de ritmo. Para nós isso é uma vantagem. Mas o Brasil é uma potência, sem Neymar ou não. Mostrou isso ganhando 11 jogos em 12 depois da Copa", afirmou

LEIA MAIS: Confira notícias e resultados da Copa América

Ramón Diaz acredita que Brasil virá forte mesmo sem Neymar em campo no sábadoEfe

Pergutado sobre os resultados passados da Seleção, como o fracasso na última Copa do Mundo, Ramón fez questão de elogiar os brasileiros, apesar da má campanha no Mundial, e comentou que o Brasil terá que lidar sempre com a pressão da torcida, que está acostumada com os espetáculos que o time costumava dar em campo nos últimos anos. 

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação da Copa América

"A mudança no Brasil foi o Mundial, que não teve a repercussão que todos os brasileiros queriam, que era ver o time jogar bem golear e chegar na final, um Brasil protagonista como sempre ocorre. Só que isso não aconteceu por ter encontrado potências que não deram possibilidades. Agora a torcida quer uma rápida, com goleadas e o time jogar bem. Mas eu gosto do Brasil, como vira o jogo, a técnica que tem como poucos. Gosto de ver Brasil, Argentina e Chile", finalizou. 

Últimas de _legado_Copa América