Nos pênaltis, Argentina bate a Colômbia e está nas semifinais da Copa América

Vice-campeões do mundo vão enfrentar Brasil ou Paraguai

Por O Dia

Chile - Foi no sufoco, mas a Argentina está nas semifinais da Copa América. Após um empate no tempo normal por 0 a 0, os vice-campeões mundiais bateram a Colômbia na disputa das penalidades e avançaram na Copa América.

Na próxima fase, a Argentina vai enfrentar o vencedor de Brasil e Paraguai, que se enfrentam neste sábado. A semifinal vai acontecer na próxima terça-feira, em Concepctión.

Argentina se classificou nos pênaltisEfe

O JOGO

A primeira etapa entre Argentina e Colômbia pela Copa América foi um verdadeiro duelo de ataque contra a defesa. Os argentinos tiveram grandes oportunidades de abrirem o placar, mas acabaram caprichando pouco nas finalizações ou dando azar. Com quatro minutos, a primeira chance dos 'hermanos'. Dí Maria fez bela jogada e cruzou para Pastori, que desviou, obrigando Ospina a fazer uma bela defesa.

FOTOGALERIA: Argentina derrota a Colômbia e vai para as semifinais

Aos 19 minutos, um lance polêmico que gerou reclamações. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou dentro da área da Colômbia para Lione Messi, o craque tentou colocar a bola para dentro, mas o atleta foi travado. Os argentinos reclamaram muito da jogada, pedindo um pênalti. Seis minutos depois, Ospina brilhou com uma sequência de defesas. Primeiro, Agüero chutou e goleiro deu rebote, a bola sobrou para Messi, que cabeceou bem, mas o arqueiro foi mais rápido e se recuperou, salvando novamente a Colômbia.

Torcida da Argentina compareceu ao dueloReuters

No fim da primeira etapa, uma nova oportunidade. Dí Maria, Messi e Pastori fizendo grande jogada, o apoiador do Manchester United foi na linha de fundo e cruzou para o meio da área, Zapata tentou cortar, mas jogou contra a própria meta, sorte dele que Ospina estava atento e salvou de novo.

O segundo tempo começou na mesma batida. Com pressão total da Argentina. Com apenas oito minutos, Messi deu belo lançamento para Dí Maria, o apoiador tentou dominar para ficar cara a cara com Ospina, mas vacilou, mas permitiu que o goleiro colombiano dominasse e sofresse a falta.

Com o desgaste do jogo, a Argentina permitiu a Colômbia equilibrar o duelo. Principalmente em contra-ataques puxados por James Rodríguez. O apoiador do Real Madrid também errava bastante no último passe, não permitindo que a sua seleção finalizasse com maior perigo a meta de Romero. 

Já procurando de qualquer maneira um gol, Messi tentou uma jogada individual, passou por dois jogadores, mas foi derrubado, a bola sobrou para Banega, que arriscou de fora da área, a bola explodiu no travessão de Ospina. Logo depois, em cobrança de escanteio, Otamendi desviou, Ospina desviou e bola bateu na trave, correu na linha da Colômbia e foi para fora. Logo depois outra grande oportunidade, Tevez foi lançado e tocou por cima do goleiro, mas Murillo chegou antes e tirou a bola em cima da linha. Apesar do esforço, a decisão foi para os pênaltis.

Penalidades

A Colômbia abriu a série de pênaltis. James deslocou Romero e colocou a sua seleção em vantagem. Para a Argentina, Lionel Messi foi o primeiro a cobrar. O craque do Barcelona também cobrou com categoria, deixando tudo igual. Falcão foi para bola, bateu forte, Romero acertou o canto, mas a bola entrou. Garay foi o segundo argentino a cobrar. O defensor cobrou forte, sem chances de defesa para Ospina. Cuadrado foi o terceiro colombiano a bater. O jogador do Chelsea bateu bem e fez o terceiro gol da sua seleção. Banega foi para a bola, Ospina acertou o campo, mas a bola entrou. Quarto colombiano a bater, Muriel foi para a bola e isolou. Na quarta cobrança, a Argentina contou com a sorte. Lavezzi bateu, a bola tocou na trave, antes de morrer no gol de Ospina. Mesma sorte que a Colômbia deu na quinta cobrança. Carmona não bateu bem, Romero desviou, mas a bola entrou nas redes. Biglia foi o responsável pela última cobrança, antes das alternadas, mas o argentino chutou para fora, empatando a série. Zuñiga, carrasco de Neymar, abriu as alternadas batendo mal, Romero defendeu. Rojo cobrou a sexta e a bola explodiu no travessão. Murillo foi para a sétima cobrança dos colombianos e também isolou o seu chute. Coube a Tevez a responsabilidade de bater e dar a classificação para a Argentina.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 0 (5) X0 (4) COLÔMBIA

Local: Estádio Sausalito, em Viña del Mar (CHI)
Árbitro: Roberto García (MEX)
Público: 21.508 espectadores
Auxiliares: José Luis Camargo (MEX) e Marvin Torrentera
Gols: -
Cartões amarelos: James Rodríguez (COL), Agüero (ARG), Mejía (COL), Mascherano (ARG), Arias (COL), Cuadrado (COL), Falcao García (COL), Messi (ARG)
Cartões vermelhos: -

ARGENTINA: Romero, Zabaleta, Garay, Otamendi e Rojo; Mascherano, Biglia e Pastore Banega, 31; Di María (Lavezzi, , Messi e Agüero (Tevez, 28'/2°T). Técnico: Gerardo Martino

COLÔMBIA: Ospina, Zúñiga, Zapata, Murillo e Arias; Mejía, Ibarbo (Muriel, 40'/2°T) , Cuadrado e James Rodríguez; Téo Gutiérrez (Cardona, 24'/1°T) e Jackson Martínez (Falcao García, 29'/2°T). Técnico: José Pekerman



 

Últimas de _legado_Copa América