Título e jejum em jogo na decisão

Chile busca primeira taça na história e Argentina quer ver Messi campeão

Por O Dia

Chile - Dispostos a quebrar jejuns históricos, Chile e Argentina fazem final inédita da Copa América neste sábado, às 17h (de Brasília), no Estádio Nacional, em Santiago. ‘La Roja’ contará com a força de sua torcida para dar a volta olímpica pela primeira vez na história. Já os argentinos, que não erguem uma taça desde a edição de 1993 do torneio continental, tentam o primeiro título com Messi na equipe principal — foi campeão olímpico e sub-20.

Chilenos acreditam em título inéditoReuters

Dentro de campo, as duas seleções foram as que mostraram o melhor futebol e chegam invictas à decisão. Também foram as únicas a golear e têm os dois melhores ataques — o Chile fez 13 gols e a Argentina, dez.

Se os donos da casa apostam na força do trio Vidal, Vargas e Sánchez, a Argentina, que conta com o talento de Pastore, Di María, Agüero e Tévez, tem em Messi a certeza do título — o camisa 10, porém, balançou a rede só uma vez nesta Copa América.

Nada que o preocupe. Em tom de brincadeira, Messi disse ontem que espera que os gols tenham ficado para a decisão, hoje, contra um adversário que jamais venceu a Argentina no torneio.

Últimas de _legado_Copa América