Mané Garrincha e o receio do pós-Copa

Estádio vive dilema de como será utilizado após o Mundial

Por O Dia

Brasília - O Estádio Nacional Mané Garrincha foi inaugurado em maio de 2013. A arena sediou a Copa das Confederações, além do Campeonato Brasileiro e estadual. Até agora, o balanço do estádio foi positivo. No entanto, ele ainda luta com o que pode acontecer no pós-Copa do Mundo, com a possibilidade de virar um elefante branco.

Imponente%2C Mané Garrincha impressionaAndré Luiz Mello / Agência O Dia

Sem clubes de grande expressão no estado, o Mané Garrincha gera a preocupação pelo risco de ter sido um investimento muito grande para pouca resposta em sua utilização. O maior alerta é a necessidade da "privatização" das partidas para que alguns clubes levem seus jogos para a capital do país. Ano passado, o Flamengo fechou um pacote de partidas no estádio.

>>> LEIA MAIS: Maracanã, o palco da final da Copa do Mundo

Entre os jogos que o Mané Garrincha recebeu em 2013, até um Vasco e Flamengo, já com o Maracanã liberado, chegou a figurar na arena. O caso, no entanto, não tem a certeza de continuidade no futuro. Caso não dê certo, o medo é o de que o estádio fique inutilizado e vire um verdadeiro investimento em vão.

>>> LEIA MAIS: Mineirão vira amuleto de Belo Horizonte e torce por retorno da Seleção

"A gente não sabe muito bem como serão as coisas. É claro que gostamos de ter um estádio como esse aqui, mas também não temos a certeza do que será feito depois. Por mim, o Flamengo poderia jogar aqui sempre", brincou o estudante Luiz Felipe Andrade, de 25 anos, que acompanhou o Rubro-Negro no Mané Garrincha.

Mané Garrincha também foi a casa do Fla no Brasileiro de 2013%3A torcida fez festa na inauguração do estádioAndré Luiz Mello / Agência O Dia

Uma alternativa para o estádio é ser palco de shows. Em 2013, Beyoncé e Aerosmith foram algumas das atrações no Mané Garrincha. Além do futebol, a aposta da arena é em lazer também.

>>> LEIA MAIS: Arena Corinthians supera polêmicas para abrir a Copa do Mundo

O estádio foi inaugurado com 97% das obras concluídas após três anos de construção. A arena foi entregue com cinco meses de atraso, já que estava prevista inicialmente para dezembro de 2012 e teve sua abertura adiada duas vezes. Na inauguração, muitos operários ainda trabalhavam em acabamentos gerais dentro do estádio. Tapumes estavam de pé isolando área inteiras, e o aspecto geral era de uma obra que está terminando e ainda não havia sido limpa, mas nada que afetasse o sucesso das instalações e a aprovação da Fifa.

>>> LEIA MAIS: Ameaçada, Arena Curitiba corre contra o tempo para receber a Copa

O estádio, custeado totalmente com dinheiro do governo do Distrito Federal, exigiu um investimento de R$ 1,566 bilhão. O montante representou mais que o dobro do que foi previsto inicialmente.

Mané Garrincha vai receber sete jogos na CopaAndré Luiz Mello / Agência O Dia

A reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek e a evolução nas obras de mobilidade urbana no acesso ao terminal de passageiros continuam a todo vapor. O entorno do estádio ainda passa por frequentes obras para facilitar os acessos e melhorar a área. O fato, no entanto, também não preocupa.

>>> LEIA MAIS: Novo Beira-Rio surge como um dos estádios mais bonitos do Mundial

O Mané Garrincha vai receber sete jogos da Copa do Mundo. O estádio será a casa da seleção brasileira no duelo com Camarões. Destaque ainda para um duelo de oitavas de final, outro das quartas de final e a disputa do terceiro lugar.

Confira os jogos da Copa do Mundo no Mané Garrincha

DataHorárioJogoFase
15/0613hSuíça x EquadorGrupo E
19/0613hColômbia x Costa do MarfimGrupo C
23/0617hCamarões x BrasilGrupo A
26/0613hPortugal x GanaGrupo G
30/0613h1º E x 2º FOitavas de final
05/0713hA definirQuartas de final
12/0717hA definirDisputa do terceiro lugar


Últimas de _legado_Copa do Mundo