Por pedro.logato

Argentina - Sempre surpreendente e polêmico, Maradona, ídolo maior da história do futebol argentino, pegou seus compatriotas de surpresa. Ele afirmou ontem, em Dubai, que o Brasil é o principal favorito para ganhar a Copa do Mundo de 2014 e que o craque Neymar exigirá atenção especial dos adversários.

“Sem dúvida, meu favorito é o Brasil, que já demonstrou (seu favoritismo) na Copa das Confederações. Quando os jogadores brasileiros estão devidamente concentrados, creio que são imbatíveis”, disse o ex-jogador.

Maradona acredita em sucesso do BrasilEfe

Sobre Neymar, muitos elogios do argentino. “Ele é o principal destaque da seleção brasileira. É o homem que deve ser marcado e admirado. Devem cuidar dele”, avisou Maradona, que não deixou de avaliar as chances da Argentina na competição.

“É preciso apostar uma fichinha na Argentina. Por quê? Porque Messi está em seu melhor momento”, frisou o ex-jogador, que, como treinador, dirigiu o camisa 10 do Barcelona durante o Mundial de 2010, na África do Sul, onde a equipe acabou eliminada pela Alemanha nas quartas de final.

CRAQUE VIRÁ À COPA

Principal nome na última Copa do Mundo conquistada por seu país — no México, em 1986 —, Maradona virá ao Brasil durante a Copa. Como comentarista da emissora de TV venezuelana ‘Telesur’. Ele disse que transmitirá a competição junto com o jornalista e locutor argentino Víctor Hugo Morales “porque assim iria querer o comandante (Hugo Chávez, ex-presidente da Venezuela)”.

Você pode gostar