Por rodrigo.hang

Argentina - A Copa do Mundo deste ano será a terceira da carreira de Messi. O craque argentino já esteve presente em 2006, na Alemanha, e em 2010, na África do Sul, mas suas atuações não foram satisfatórias. Além disso, criou-se o 'mito' de que o camisa 10 do Barcelona não tem identificação com seu país, pelo fato de ter ido ainda jovem para a Espanha.

Messi diz que trocaria seus recordes da carreira para conquistar o tricampeonato mundial da ArgentinaReuters

Na competição deste ano, Messi terá mais uma oportunidade de conquistar de vez o coração dos seus compatriotas. A 20 dias do início do torneio, o craque não escondeu o otimismo em comandar os hermanos rumo ao tricampeonato mundial.

"Argentina é o meu país, minha família, a maneira de me expressar. Eu direi sempre isso: trocaria todos os recordes para nos consagrarmos no Mundial. Para fazer felizes as pessoas de meu país. Confio que na Copa do Mundo no Brasil possamos alcançar este objetivo", declarou, em entrevista ao jornal "La Nación".

Técnico da Argentina na Copa de 2010, Maradona consola Messi após eliminação para a AlemanhaReuters

Messi ainda garantiu que os traços argentinos ainda estão presentes no seu cotidiano. Um exemplo disso é o sotaque. Messi não fala o idioma espanhol como os espanhóis, e sim como os seus patrícios.

"Sempre me perguntam por que não fiquei com o sotaque espanhol, e o motivo é simples: não quero pegar este sotaque, para manter a identificação com meu país. É o lugar para onde quero voltar", garantiu o atual capitão dos hermanos.

Ídolo maior do futebol argentino, Maradona não tem dúvidas do amor de Messi por sua pátria e pela seleção. O místico "Pibe" descreveu a frustração do atacante ao ser eliminado do Mundial de 2010, após uma goleada de 4 a 0 para a Alemanha, nas quartas de final. 

"Eu vi Messi chorar pela seleção. Ainda tenho em meus ouvidos o pranto de Leo (Messi) quando fomos eliminados contra a Alemanha na África do Sul. Aproximei-me dele e lhe disse que teria um monte de Mundiais como revanche", revelou Maradona, campeão mundial em 1986 e vice em 1990.

Você pode gostar