Por victor.abreu

Inglaterra - Com um único título em Copas do Mundo até hoje, justamente o Mundial disputado em sua casa (1966), a seleção da Inglaterra conta com uma ajuda de peso para poder triunfar no Mundial deste ano. O renomado físico britânico Stephen Hawking, a pedido da editora irlandesa Paddy Power, fez diversos cálculos que podem ajudar a seleção comandada pelo técnico Roy Hodgson a levar o título no dia 13 de julho, data da final da Copa do Brasil. De acordo com o físico, se jogar de vermelho e adotar o 4-3-3, a Inglaterra será campeã mundial.

Hawking analisou todos os dados referentes às participações inglesas desde a Copa de 1966, estatísticas atuais, além de analisar questões como meio-ambiente, temperatura, topografia das cidades onde a equipe jogará no Brasil etc, para elaborar uma fórmula matémática para dar o título à Inglaterra. Em seu segundo jogo do Mundial, por exemplo, no dia 19 de junho, contra o Uruguai, os ingleses precisam torcer para que um árbitro europeu seja escalado.

Stephen Hawking é um renomado físico britânicoEfe

"Necessitamos de um árbitro europeu. Os juízes europeus são mais simpáticos ao futebol inglês do que com atletas de estilo dançarino, como Suárez", disse o físico, referindo-se ao atacante do Uruguai, frequentemente acusado de se jogar para simular faltas perto da área adversária.

Hawking também defende que a Inglaterra adote o uniforme vermelho para aumentar suas chances de sucesso na Copa do Mundo. "Com esta cor de camisa, a Inglaterra teve mais vitórias e também faz com que os jogadores se sintam mais confiantes e agressivos", teorizou. O uso do segundo uniforme deverá ampliar em 20% as chances de vitória inglesa.

Stephen Hawking também alertou que o clima poderá ser adversário a mais para a Inglaterra nesta Copa. "O ideal seria jogar em um clima temperado. Um aumento de cinco graus centígrados na temperatura ambiente reduzirá em 59% as chances de vitória da equipe", afirmou. Na primeira fase, a Inglaterra fará sua estreía justamente em uma das cidades brasileiras mais temidas pelos estrangeiros em razão das altas temperaturas: dia 14 de junho, em Manaus, contra a Itália. Mas o horário do jogo (20h, horário de Brasília, 19h locais) poderá ajudar o time inglês. "Jogos começando a partir das 15h terão maiores chances de vitória", afirmou.

O físico de 72 anos também pede que o técnico Hodgson adote uma formação tática mais ofensiva e que tem sido utilizada pelas principais seleções do mundo, o 4-3-3. Segundo seus cálculos, estatisticamente a Inglaterra costuma ter mais vitórias usando esta formação do que no tradicional 4-4-2 ou alguma variante deste esquema tático. Por fim, Stephen Hawking, de forma irônica, disse que para desgosto dos tablóides ingleses, a presença das Wag's (como são chamadas as belas mulheres e namoradas dos jogadores ingleses) é irrelevante no sucesso da seleção na Copa.

Você pode gostar