Por pedro.logato

Rio - A Granja Comary é um Centro de Treinamento restrito, onde os jornalistas não podem circular com total liberdade para falar com os jogadores. Mas, ontem, o apresentador Luciano Huck mostrou que para toda regra há uma exceção. Na companhia dos filhos, ele conseguiu parar o treino da Seleção e gravar seu programa de televisão no gramado.

Huck estava com Leonardo Marques Tomé, garoto de 17 anos que sofre de artrogripose (doença congênita rara que se caracteriza por múltiplas contraturas articulares e pode incluir fraqueza muscular e fibrose) e é fã da Seleção. Ele fez algumas embaixadinhas com David Luiz e comoveu os jogadores. Neymar, inclusive, chegou a chorar ao ver o poder de superação do garoto, que é apaixonado por futebol.

A assessoria de imprensa da CBF justificou a visita de Huck alegando que já estava acertada e fora aprovada por Felipão, que teria ficado sensibilizado com a história do menino. Luciano Huck e os filhos Bento e Joaquim entraram nas dependências da Granja Comary e ficaram com os jogadores por cerca de 20 minutos. O apresentador bateu um animado papo com Luiz Felipe Scolari e o coordenador-técnico Carlos Alberto Parreira.

Luciano Huck marcou presença no gramado da Granja ComaryAndré Mourão / Agência O Dia

O PRIMO POBRE

Enquanto isso, do outro lado do campo, o repórter do programa CQC Felipe Andreoli gritava para conseguir chamar um dos jogadores para uma entrevista. Tentou Hernanes e Dante, mas ninguém olhou — ambos saíram do campo e voltaram para a concentração. Sem sucesso, Andreoli brincou com a situação. “Acho que se eu pular essa placa de publicidade vão me dar um tiro”, disse, rindo.

Mais tarde, na coletiva de imprensa, o repórter seguiu sem poder fazer perguntas, mas conseguiu chamar o lateral-esquerdo Marcelo em um canto e combinou uma mensagem de Dia dos Namorados com o craque da Seleção.

Depois, ainda falou com Hernanes. Segundo a assessoria de imprensa da CBF, a conversa com os jogadores foi previamente combinada com os integrantes do programa da TV Bandeirantes.

VIZINHOS GANHAM AUTÓGRAFOS. JÁ OS ESTUDANTES...

Assistir ao treino da Seleção e ainda ganhar autógrafos de Neymar, Felipão e outros jogadores é privilégio para poucos. Ontem, moradores de um condomínio vizinho à Granja Comary transformaram a grade que divide o CT das casas em camarote.

Um pouco mais longe dali, de outra grade, cerca de 90 estudantes, entre crianças e adolescentes, tiveram o sonho de ver os ídolos, mesmo que não tão de perto, frustrado. A estrutura montada para a imprensa cobriu o campo de visão dos fãs de 6 a 17 anos, que vieram em dois ônibus com os professores do Grupo de Aplicação Universitária (GAU), escola da Freguesia, Zona Oeste do Rio.

“Queria ver os jogadores, mas sabemos como funciona. Quero me formar em educação física e ser jogador para um dia estar aqui na Granja também”, disse Matheus José, 17 anos, que afirma ter jogado no Flamengo, no Vasco e no Grêmio Mangaratibense</CW>.
Mas nada foi capaz de acabar com a alegria da turma, que gritou por Neymar, Fred e cantou parabéns para Hernanes que ontem completou 29 anos.

Você pode gostar