Pitaco de Campeão! Ronaldão elogia o capitão Thiago Silva: 'Ele é o nome ideal'

Convocado para substituir Ricardo Gomes em 1994, defensor admite que apostaria todas as fichas no zagueiro Miranda, mas demonstra apoio ao 'surpreendente' Henrique para o Mundial

Por O Dia

Rio - Na lista de Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo de 2014, o zagueiro Henrique foi a grande surpresa, desbancando nomes mais famosos como Dedé e Miranda. Momento semelhante viveu Ronaldão em 1994, nos Estados Unidos. O bicampeão mundial pelo São Paulo só foi convocado por Parreira, depois que Ricardo Gomes sofreu uma lesão e acabou cortado. No "Pitaco de Campeão" desta semana, o atleta desejou boa sorte a atual equipe na busca pelo hexa e garantiu que confia em Thiago Silva como o nome correto para assumir toda a responsabilidade da braçadeira de capitão.

Ronaldão vibra com título de 1994%3A 'Um alívio'Arquivo

"O Thiago Silva vive um excelente momento. Tenho certeza que é o jogador certo para estar nesse posto de capitão. Acabou de ser campeão francês pelo PSG e vive uma grande fase pessoa. É claro que ser o capitão da Seleção é uma grande responsabilidade, mas está completamente preparado e seguro para assumir isso e fazer uma grande Copa do Mundo", disse.

Assim como na equipe de 1994, a atual seleção brasileira se destaca pela força ofensiva. Na competição dos Estados Unidos, Ronaldão e Ricardo Rocha eram os reservas de Aldair e Marcio Santos. Para o tetracampeão, a presença do zagueiro Henrique na lista de convocados foi a maior surpresa. Mesmo apostando todas as fichas em Miranda, Ronaldão demonstra apoio ao homem de confiança de Felipão.

"A convocação do Henrique foi uma opção do próprio treinador por ser um jogador de confiança. Eles se conhecem desde a época de Palmeiras e já sabem bem como trabalhar juntos. Eu apostaria minhas fichas no Miranda, do Atlético de Madrid, mas também acredito que o Henrique possa ser muito útil ao grupo. Foi até uma certa surpresa, mas não ficou fora do padrão que esperávamos", disse.

>>> LEIA MAIS: Tostão crê na força da torcida, mas faz alerta ao ‘já ganhou
>>> LEIA MAIS: Bebeto vê Seleção inexperiente, mas confia no hexa

Independente de qualquer polêmica sendo nas quatro linhas ou extra-campo, para Ronaldão o importante para o torcedor brasileiro é torcer. O defensor acredita que os convocados para o Mundial vão viver uma oportunidade única nos meses de junho e julho.

"Agora nossa missão como brasileiro é torcer para que todos estejam bem para que possam fazer o melhor pela Seleção. Essa será uma grande oportunidade de jogar uma Copa aqui no Brasil, espero que o próprio Felipão assim como os atletas façam um grande trabalho"

>>> LEIA MAIS: Dadá Maravilha faz alerta a Neymar e confia em Fred
>>> LEIA MAIS: Solução em 1962, Amarildo alerta para carências do Brasil

Título de 1994 veio depois de um jejum de 24 anos%2C e após a terrível morte de Ayrton SennaArquivo O Dia

Apesar de não ter sido um dos jogadores mais utilizados, Ronaldão trata a conquista de 1994 como um dos melhores momentos da sua vida. Além da quebra do jejum do Brasil, que estava há muitos anos sem títulos mundiais, o clima de amizade daquela equipe foi destacado por ele.

>>> LEIA MAIS: Mauro Silva pede força emocional para ganhar a Copa
>>> LEIA MAIS: Pepe expulsa 'fantasma de 50' e põe fé em Neymar

"A melhor lembrança de 1994 é o significado daquela conquista. Depois de 24 anos ver o Brasil voltar a ser campeão, tirar todo esse peso das costas da Seleção. Fazer parte daquele grupo foi algo incrível, um alívio para todo o país e uma alegria muito grande para cada um de nós"

Últimas de _legado_Copa do Mundo