Por pedro.logato

Goiás - O começo do Brasil diante do Panamá não foi dos sonhos para os torcedores que estavam no Serra Dourada. Porém, a partir da metade da primeira etapa, Neymar chamou para si a responsabilidade e decidiu. Além de marcar o gol que abriu o placar, o craque pediu paciência com a equipe que já começava a receber vaias.

Com o gol marcado%2C Neymar chegou aos 31 com a camisa da SeleçãoReuters

"Eu até pedi um pouco mais de paciência para a nossa torcida. A gente tomou uma vaiazinha no começo. A gente não está acostumado com o campo, fomos pegando o ritmo. Começamos devagar, mas depois conseguimos fazer o placar", afirmou.

>>> FOTOGALERIA: Brasil goleia o Panamá em teste para a Copa do Mundo

No confronto desta terça-feira, o atacante chegou a duas marcas importantes. Com o gol que abriu a vitória, o atleta chegou aos 200 tentos na carreira. Além disso, Neymar ultrapassou Ronaldo e se tornou o maior artilheiro da Seleção Brasileiro no Século XXI.

"Não estou pronto ainda. Falta um pouco de ritmo de jogo, cansei um pouco no fim. Estou buscando isso, treinando ao máximo para buscar a melhor forma possível. Faltam nove dias (para e estreia contra a Croácia, dia 12, na Arena Corinthians) e aos poucos a gente vai chegando ao ritmo ideal", finalizou o craque, que chegou ao 31º gol pela Seleção, Ronaldo marcou 67 gols, mas somente 30 depois do ano de 2001.

Você pode gostar