Por pedro.logato

Goiás - Os torcedores habituados a frequentar o estádio Serra Dourada tiveram uma experiência diferente nesta terça-feira antes do penúltimo amistoso da seleção brasileira na preparação para a Copa do Mundo. Com cooperação do Comitê Local da Copa, uma adaptação aos moldes do "Padrão Fifa" foi adotada em relação à segurança das seleções na chegada ao estádio, e no preço dos ingressos.

Torcida brasileira compareceu em bom número no Serra DouradaReuters

Apesar da empolgação dos torcedores de Goiânia com a presença da seleção brasileira na cidade para o amistoso, muitos ingressos ainda estavam disponíveis para o público poucas horas antes de a partida começar. O preço alto (R$ 100 para a arquibancada e R$ 280 para cadeiras) afastou muita gente. A parcial divulgada na segunda-feira era de 28 mil ingressos vendidos de um total de 40 mil postos nas bilheterias. O jogo não deve ter capacidade máxima.

Helicóptero do exército sobrevoa o Serra Dourada. Ele fez a escolta pelo ar dos ônibus das seleções do Brasil e do Panamá. Do lado de fora, barreiras foram criadas para que a entrada nas imediações do estádio fosse permitida a apenas torcedores com ingresso. A prática é a mesma adotada em jogos de Copa. O exército ofereceu soldados para fazer a ronda no estádio e um helicóptero acompanhou pelo alto o deslocamento dos ônibus do Brasil e do Panamá até o estádio.

Mais de 100 oficiais da Polícia Militar, do COE (tropa de elite local), da Polícia Federal e do Exército foram deslocados para essa operação.


Reportagem de Bruno Winckler

Você pode gostar