Henry elogia França e aposta em ida às quartas, mas vê título 'muito difícil'

Atacante que disputou quatro Copas elogia trabalho do técnico Didier Deschamps, mas lamenta ausência de Franck Ribery

Por O Dia

Rio - Maior artillheiro da história da seleção da França, o atacante Thierry Henry vê com bons olhos o elenco que representa o país na Copa do Mundo do Brasil. Segundo ele, o time comandado por Didier Deschamps é bom o suficiente para chegar às quartas de final. Mas qualquer resultado além disso já seria uma grande surpresa.

Henry fez história com a camisa da FrançaReuters

Em entrevista à BBC, canal inglês para o qual tem trabalhado como comentarista durante a Copa, Henry foi questionado sobre até onde imagina que a França pode chegar neste Mundial. "Eu diria quartas de final", respondeu.

LEIA MAIS: Confira notícias e bastidores da Copa do Mundo

"Adoraria que ganhasse, seria ótimo para essa geração de novos jogadores e para o futebol francês como um todo. Mas existe muita concorrência dura. Se o time for além das quartas e ficar com o título, ótimo. Mas vai ser muito difícil isso acontecer. Vejo essa Copa como uma grande preparação para essa geração antes de jogar a Euro de 2016 em casa", completou o atacante.

VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

Henry ainda elogiou bastante Didier Deschamps, com quem foi campeão do mundo com a seleção francesa na Copa de 1998. "Ele chegou (ao cargo de treinador) e mudou tudo. Mudou a mentalidade e a identidade do time", destacou.

Porém, Henry reconheceu que a ausência do meia-atacante Franck Ribery, cortado da competição por lesão nas costas, atrapalha bastante os planos da seleção francesa na Copa. "Existem bons jogadores em volta, mas Ribery é o fator-x do time, que aquele capaz de fazer a diferença. Vai fazer muita falta", comentou.

Últimas de _legado_Copa do Mundo