No embalo de Benzema, França espanta a zebra e derrota Honduras com sobras

Les Bleus não tiveram muitas dificuldades para anotar 3 a 0 na equipe da América Central. Pela primeira vez na história das Copas a tecnologia da linha do gol foi utilizada

Por O Dia

Rio Grande do Sul - A zebra passou longe do Estádio Beira-Rio na tarde deste domingo em Porto Alegre. Jogando de forma tranquila e dominante, a França não deu chances para Honduras e estreou com uma vitória por 3 a 0, com dois gols de Benzema e um de Valladares (contra). Um dos destaques da partida ficou por conta do auxílio da tecnologia, que pela primeira vez na história das Copas do Mundo foi utilizada para confirmar se um gol foi válido ou não. No telão do estádio foi exibido para os espectadores o instante em que a bola cruzou totalmente a linha do gol no segundo tento francês.

Benzema comemora o gol marcadoReuters

Com o resultado, a França começa a Copa do Mundo na liderança do Grupo E com três pontos conquistados. O próximo compromisso dos europeus é o confronto contra o outro ponteiro da chave, a Suíça, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 16h, na próxima sexta.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Já Honduras terá um confronto de vida ou morte contra o Equador, na Arena da Baixada, em Curitiba, às 19h. As duas seleções estrearam com derrota na Copa e têm a obrigação de vencer se quiserem ter alguma pretensão na competição

Gafe no início da partida

A organização da partida cometeu uma gafe antes do apito inicial e com isso não houve a execução dos hinos nacionais de França e Honduras por conta de uma falha no sistema de som do Estádio Beira-Rio

O JOGO

Disposta a não dar nenhuma chance para a zebra, a França tratou de partir para o cima de Honduras desde o início da partida. Aos oito minutos, Debuchy fez jogada insinuante pela direita e cruzou nas mãos de Valladares. Com 15, após cobrança de Valbuena, o goleiro espalmou a bola nos pés de Matuidi, que dominou e chutou, mas o arqueiro se recuperou e espalmou a bola para o travessão.

LEIA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

O trio de volantes Cabaye, Matuidi e Pogba começavam a ter o domínio do meio campo e com isso as chances de gol dos "Les Bleus" aumentavam. Com 22, Evra recebeu boa bola de Cabaye, cruzou para a área e Griezmann cabeceou no travessão. Na sequência, Valbuena recebeu de Cabaye em velocidade e cruzou para Benzema, que mandou para fora.

Pogba foi um dos destaques da França na PartidaReuters

Após ficar no quase por três vezes, a França diminuiu o ritmo intenso dos 30 primeiros minutos e passou a tocar mais a bola no meio campo. Mesmo assim, os europeus eram muito pouco ameaçados pelo time da América Central. Com 38, Pogba fez grande jogada na lateral passando por dois marcadores e a bola sobrou para Debuchy, que cruzou para Benzema, que tentou o chute, mas a bola acabou sendo desviada.

GALERIA: Confira as melhores imagens da tranquila vitória francesa sobre Honduras

Aos 42, veio o alívio francês! Após cruzamento, Pogba é derrubado por Wilson Palacios na área. Pênalti e segundo amarelo para o hondurenho. Na cobrança, Benzema demonstrou muita tranquilidade ao colocar a bola para um lado e o goleiro no outro e abrir o placar para os franceses. Com um a mais e à frente do placar, os torcedores "Les Bleus" esperavam comemorar mais gols na segunda etapa.

Se havia alguma possibilidade de surpresa no Beira-Rio, ela foi aniquilada logo no começo do segundo tempo. Aos dois minutos, Bezema recebeu livre cruzamento e chutou, a bola bateu na trave e em seguida no goleiro Valladares e entrou. Neste momento, a tecnologia na linha do gol auxiliou a arbitragem e impediu qualquer tipo de dúvida. O juiz brasileiro Sandro Meira Ricci anotou gol contra. Se a coisa já estava tranquila, ficou ainda mais para o lado francês. Com um a menos, Honduras se mostrava incapaz de tentar alguma reação na partida, e com isso a partida virou um ato de um time só. Aos 18, em boa troca de passes, Benzema rolou para Evra na esquerda. O lateral cruzou rasteiro e Matuidi apareceu no primeiro pau. A bola bateu na rede, pelo lado de fora.

Com 26, o nome da partida, Karim Benzema, tratou de colocar uma pá de cal na cova hondurenha. Em cobrança de falta, Valbuena rolou pra trás e Matuidi chutou fortemente. A bola bateu na defesa e sobrou para o camisa 10 francês, que dominou e chutou no alto, sem chances para o goleiro. Por fim, restou para a França tocar a bola com toda sua categoria e esperar o apito final do árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci.

FICHA TÉCNICA:

França 3x0 Honduras

Estádio: Beira-Rio (Porto Alegre)
Árbitro: Sandro Meia Ricci (Brasil)
Gols: Benzema (2), Valadares(contra)
Cartão Amarelo: Evra, Pogba e Cabaye (França), Wilson Palacios, Luis Garrido e Boniek García(Honduras)
Cartão Vermelho: Wilson Palacios (Honduras)

França: Lloris, Debuchy, Varane, Sakho e Evra; Cabaye(Mavuba), Matuidi, Pogba(Sissoko); Valbuena(Giroud), Benzema e Griezmann

Honduras: Valladares, Figueroa, Bernardez(Osman Chávez), Izaguirre, Palacios, Bengtson(Boniek García), Costly, Espinoza, Najar, Garrido, Beckeles

Últimas de _legado_Copa do Mundo