México não assusta e bicampeão Zito ironiza respeito de Felipão: 'Tem medo?'

Presente numa das poucas partidas contra os mexicanos em Mundiais, ex-jogador não mostra preocupação com o carrasco recente da Seleção: 'Não acho que seja um adversário forte'

Por O Dia

Rio - O segundo compromisso da Seleção na Copa do Mundo é contra uma das equipes que mais vem complicando a vida brasileira. Enfrentar o México não vem sendo uma das missões mais fáceis e faz o técnico Felipão pedir atenção e respeito aos jogadores que entrarão em campo. De outro lado, um bicampeão mundial com o Brasil não vê a situação desta forma. Presente nos títulos de 1958 e 1962 e na partida contra os mexicanos no Mundial do Chile, o ex-volante Zito não mostra nenhum tipo de preocupação para o duelo das 16h desta terça-feira, na Arena Castelão, e ironiza a grande preocupação do comandante canarinho. A dica é partir com tudo para cima dos rivais.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da seleção brasileira na Copa do Mundo

Zito ignora poder do México e ironiza cautela de Felipão%3A 'Ele está com medo%3F'Efe

"O Felipão está com medo? Eu acho que não tem que ficar com medo, não, temos que partir para cima de qualquer adversário. Na Copa do Mundo é preciso vencer sempre. O Brasil é sempre um time top. Acho que vamos ganhar do México porque o time é melhor. Temos condições de vencer. Não acho que seja um adversário muito forte e não vi nenhum jogador fora de série no time do México. São atletas bons, comuns... Mas nada ótimo", disse Zito, que não vê problemas para que Neymar comande a Seleção e conquiste o sonhado hexa.

"Antes de a Copa começar falava-se muito da Alemanha e realmente está muito bem colocada, acho que chega junto conosco. Mas o Neymar é o melhor jogador da América e vai levantar essa taça. A Argentina não vai longe e a Espanha estava vindo bem, mas foi goleada", cravou.

Brasil prega cautela e atenção

O duelo desta terça, no entanto, é visto de maneira totalmente oposta pela Seleção. Felipão vem pregando cautela para a partida contra o México desde o fim da estreia no Mundial. Na última coletiva antes do jogo, o treinador voltou a reforçar o alerta e evitar qualquer tipo de "oba-oba" para o segundo jogo na competição.

"Temos que ter muito respeito por eles sempre. Todas as vezes que jogam contra o Brasil, o México se comporta como um grande time. É uma grande seleção. Sempre que jogamos contra eles temos dificuldades. Não tenho estatísticas certas, mas é sempre muito duro. É um jogo que os nossos atletas sabem o quanto será equilibrado. Eles precisam ter um posicionamento muito correto. As duas equipes jogam um futebol de muita qualidade, com posse de bola, movimentação e bola no chão. Vamos insistir no cuidado e respeito. Só lembro e peço para que não esperem que o Brasil entre em campo e seja o dono da festa sem que o adversário tenha uma boa participação. O México tem uma bela equipe", analisou Felipão.

VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

Respeito e atenção são os pedidos de Felipão para o duelo com o MéxicoAndré Mourão / Agência O Dia

Mesmo com a vantagem na história das Copas (três jogos e três vitórias sobre o México), o Brasil tem encontrado dificuldades nos duelos mais recentes. O último grande trauma da Seleção, aliás, foi justamente contra os adversários desta tarde. Valia ouro e a equipe canarinho entrou em campo para enfrentar o México na final da Olimpíada de Londres, em 2012. Os rivais surpreenderam e se aproveitaram das inúmeras falhas da equipe brasileira, vencendo por 2 a 1. Presente na partida, o capitão Thiago Silva foi outro a reforçar o pedido de atenção para o duelo desta tarde.

"O México tem jogadores de muita qualidade. Já os enfrentei várias vezes, inclusive na Olimpíada. Estamos tranquilos, sabemos que temos um grande elenco e que vivemos um dos nossos melhores momentos, mas isso não quer dizer que não estaremos atentos. Giovanni e Peralta são jovens e muito habilidosos. São jogadores que podem definir a qualquer segundo. É preciso estar muito ligado sempre", disse.

Os duelos entre Brasil e México em Copas do Mundo

AnoPartidaEstádioGols
1950Brasil 4x0 MéxicoMaracanãAdemir Menezes (2), Jair e Baltazar
1954Brasil 5x0 MéxicoStade des CharmillesBaltazar, Didi, Pinta (2) e Julinho
1962Brasil 2x0 MéxicoSausalitoZagallo e Pelé


Últimas de _legado_Copa do Mundo