Técnico de Portugal vê expulsão como fator determinante para a derrota

Para Paulo Bento, os três gols e a expulsão de Pepe antes do intervalo explicam a apatia dos portugueses na etapa final

Por O Dia

Salvador - A derrota por 4 a 0 sofrida para a Alemanha na tarde deste sábado pode complicar os planos de Portugal na Copa do Mundo. Na Arena Fonte Nova, em Salvador, a seleção lusa mostrou pouca reação à superioridade adversária. Para o técnico Paulo Bento, os três gols tomados e a expulsão de Pepe antes do intervalo desanimaram a equipe no segundo tempo.

>>> VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

Paulo Bento vê expulsão como fator determinante para a derrota de PortugalReuters

"Nos primeiros cinco minutos, não entramos muito bem, mas penso que depois equilibramos o jogo. E até o lance do primeiro gol estava um jogo igual", lembra o treinador português, que evitou se prolongar sobre a derrota.

"A análise do jogo acaba no primeiro tempo. Sobre o segundo há pouco a acrescentar. Só o que tínhamos a fazer era administrar da melhor maneira a inferioridade numérica, que é uma desvantagem muito pesada", lamentou.

>>> LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

A atuação no segundo tempo fez com que Bento evitasse muitas análises. Segundo ele, a expulsão de Pepe fez Portugal mudar totalmente o planejamento para o duelo: "No segundo tempo o jogo se resumiu à inferioridade numérica. Com um a mais, a Alemanha controlou a partida com maior posse de bola, e esperando o melhor momento para atacar".

Últimas de _legado_Copa do Mundo