Argentina treina com três atacantes a pedido do craque Lionel Messi

Para o camisa 10, seleção não pode ficar se defendendo muito

Por O Dia

Minas Gerais - Atendendo a um pedido de Lionel Messi, o técnico Alejandro Sabella comandou a seleção argentina no treino desta terça-feira com três atacantes, esquema que já foi utilizado em 15 das 35 vezes em que o treinador dirigiu a equipe.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

"Não estamos acostumados a ficar atrás. No segundo tempo, jogamos como nos gostamos e como sabemos. Somos a Argentina, não se deve temer o rival que está do outro lado", disse Lionel Messi, em entrevista coletiva, que considerou o 4-3-3 o melhor esquema possivel após a vitória de 2 a 1 sobre a Bósnia.

Argentina treinou com três atacantesReuters

Sem Di María, que por fadiga muscular treinou em separado dos demais jogadores no ginásio, Enzo Pérez foi o substituto escolhido para trabalhar com a equipe. No entanto, como o problema não é grave, o meia titular deve estar à disposição da comissão técnica. A única mudança tática que Sabella testou em relação à equipe base que montou antes de chegar ao Brasil é a presença de Maxi Rodríguez no lugar de Fernando Gago, que jogou pouco nos últimos meses devido a uma lesão no joelho em abril.

Na liderança do Grupo F e sem precisar viajar para a segunda partida, que será disputada em Belo Horizonte, onde a delegação está concentrada, a seleção argentina pretende estudar os erros cometidos na estreia contra a Bósnia. A equipe titular que atuou no treino desta terça foi composta por: Sergio Romero; Pablo Zabaleta, Ezequiel Garay, Federico Fernández e Marcos Rojo; Maxi Rodríguez, Javier Mascherano e Enzo Pérez; Sergio Agüero, Lionel Messi e Gonzalo Higuaín.

A outra novidade do treinamento matinal foi o retorno de Rodrigo Palacio. O atacante completou o período de reabilitação da entorse no tornozelo esquerdo que sofreu no penúltimo amistoso de preparação, contra Trinidad e Tobago, em Buenos Aires.

Últimas de _legado_Copa do Mundo