Voluntários da Copa passam mal após comer refeição em Brasília

Secretaria de Saúde do DF informou que, desde a última quinta-feira, dia de abertura da Copa, 65 pessoas foram atendidas na Fifa Fan Fest

Por O Dia

Brasília - Trinta e seis voluntários da Copa do Mundo passaram mal após comer refeição no sábado servida no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, por uma empresa terceirizada contratada pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). O caso aconteceu um dia antes do jogo entre Equador e Suíça, no Estádio do Mané Garrincha.

Segundo o gerente de Alimentos da Vigilância Sanitária do Distrito Federal, André Godoy, foram servidas 300 refeições compostas de arroz, feijão, carne, frango e macarrão com molho branco. Os voluntários relataram que na madrugada de domingo, começaram a apresentar diarreia, vômito e dores abdominais. “Não foi infecção porque não tiveram febre. Os sintomas são de intoxicação.”

O alimento congelado servido aos voluntários vem de São Paulo. Para Godoy, a falha pode ter ocorrido na etapa da produção ou na distribuição da comida no ginásio. “Os maiores suspeitos são a carne e o molho branco. Mas foi um problema pontual, já que não voltou a ocorrer no domingo e nesta segunda-feira”, disse. As amostras de alimentos foram enviadas para um laboratório e o resultado deve estar pronto nesta quarta-feira.

Em nota, a Fifa informou que o Comitê Organizador Local (COL) está prestando todo o apoio necessário para que a Vigilância Sanitária do Distrito Federal (DF) possa apurar o que causou o mal-estar. “Assim que o resultado da análise sair, acompanharemos de perto as medidas a serem tomadas pela empresa terceirizada contratada para impedir que a situação se repita. É importante ressaltar que os serviços de alimentação providos para voluntários e staff do COL, em todas as sedes, são integralmente acompanhados por nutricionistas e que o projeto cumpre todas as normas da Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]. Todos os voluntários se recuperaram e passam bem".

A Secretaria de Saúde do DF informou que, desde a última quinta-feira, dia de abertura da Copa, 65 pessoas foram atendidas na Fifa Fan Fest, no Taguaparque, em Taguatinga. No domingo, dia do jogo em Brasília, 48 pessoas foram atendidas no estádio e arredores. Nenhum caso grave foi registrado.

Últimas de _legado_Copa do Mundo