Após bater Inglaterra, Godin fala em 'nova final' contra Itália

'Contra a Costa Rica, não jogamos como deveríamos. Desta vez, entramos como se fosse uma decisão. Temos que continuar com essa atitude', afirmou o zagueiro

Por O Dia

Rio - Sem Diego Lugano, vetado por dores no joelho esquerdo, o técnico Oscar Tabárez resolveu entregar a braçadeira de capitão ao zagueiro Diego Godin diante da Inglaterra. Satisfeito pelo triunfo na Arena Corinthians, o defensor já projeta o encontro decisivo diante da Itália, na próxima terça-feira.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Na primeira rodada do chamado "grupo da morte" da Copa do Mundo, Uruguai e Inglaterra foram derrotados por Costa Rica e Itália, respectivamente. Assim, uma vitória na partida disputada nesta quinta-feira era fundamental para manter boas chances de classificação às oitavas de final.

"Sabíamos que seria uma final. Fizemos uma boa partida nos sentidos técnico, mental e físico. Precisávamos ter a vontade de sempre e conseguimos uma vitória importante. Vamos fazer o que temos que fazer e jogar mais uma final para avançarmos", declarou Godin.

Godín já projeta 'nova final' na Copa do MundoReuters

Vários jogadores uruguaios classificaram a partida diante dos britânicos como uma "final". Curiosamente, na véspera do jogo, o meio-campista Steven Gerrard, capitão da Inglaterra, preferiu não adotar a mesma postura, apesar de reconhecer a importância do jogo.

"Contra a Costa Rica, não jogamos como deveríamos. Desta vez, entramos como se fosse uma decisão. Temos que continuar com essa atitude, porque em um Mundial qualquer adversário é muito difícil. Sabemos como se joga uma Copa e conseguimos retomar a forma como sempre devemos atuar", afirmou Godin.Oscar Tabárez formou o miolo de zaga com Godin e Gimenez (substituto do lesionado Lugano) diante dos ingleses, enquanto Cáceres passou para a lateral-direita e Álvaro Pereira (substituto do suspenso Maxi Pereira) assumiu a ala esquerda. Apesar da série de mudanças, a defesa do goleiro Fernando Muslera foi vazada apenas uma vez.

VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

"Parece que precisamos jogar sempre no limite para avançar. Mostramos que o time tem caráter. Contra a Itália, é imprescindível manter a mesma atitude. Vontade não falta nunca a mim e a meus companheiros. Vamos fazer de tudo para seguir adiante", afirmo o goleiro.

Costa Rica, Itália e Uruguai têm os mesmos três pontos no Grupo D da Copa do Mundo, mas o time centro-americano, de maneira surpreendente, conta com melhor saldo de gols (2, 1 e -1). Às 13 horas (de Brasília) da próxima terça-feira, jogam italianos e uruguaios e ingleses e costa-riquenhos.

Últimas de _legado_Copa do Mundo