David Luiz rebate críticas: 'Quem disse que treino é só dentro de campo?'

Zagueiro festeja espírito do Mundial e vê Brasil focado pelo hexa: 'Quem não tem ambição não chega em lugar algum'

Por O Dia

Rio - A Seleção continua focada e se preparando da melhor maneira: essa é a certeza de David Luiz. Na coletiva desta sexta-feira, o zagueiro rechaçou os questionamentos sobre uma suposta carga de treino baixa para os jogadores do Brasil e ainda reforçou o fato de que nem só dentro de campo é feita uma preparação durante a Copa do Mundo.

"Quem disse que treino é so dentro de campo? Que é só correndo atrás de uma bola? Existem mil maneiras de se treinar e aprender mais. Até mesmo olhando e admirando os adversários. É preciso ter a consciência de que existe todo um trabalho sendo feito", afirmou.

Questionado se a confiança pelo favoritismo da Seleção ainda se mantém mesmo após jogos tão complicados, o jogador não hesita em garantir o mesmo sentimento: "Quem não tem ambição não chega a lugar nenhum. Nós trabalhamos e sonhamos para estar na seleção brasileira. Encaramos todos os fatos e continuamos acreditando na nossa filosofia, no nosso dia a dia. Somos um time humilde, que gosta de aprender e de crescer".

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da seleção brasileira na Copa do Mundo

David garante Brasil preparado para buscar o hexa%3A 'Sabemos o que temos que fazer e melhorar'Divulgação

O foco de David Luiz aumenta ainda mais quando a relação com a torcida chega nos momentos mais intensos. Após receber cerca de seis mil cartas de torcedores, o jogador lembra do momento dos hinos nacionais como um dos pontos mais altos do torneio.

"É uma coisa que imitaram e de uma forma muito positiva. Isso é muito bom. As pessoas têm orgulho de lembrar das suas raízes e cantar o hino. É bonito ver a nossa Seleção e os torcedores cantando, mas falo por mim que é bonito também ver os outros países dessa forma. É um ambiente lindo, uma coisa mágica que está acontecendo nessa Copa do Mundo", disse.

VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

Murtosa e Paixão

É um prazer falar desses dois. São pessoas maravilhosas, que muitas vezes não temos oportunidade nem de mencionar o nome. Gostaria de agradecer pelas pessoas que são. Profissionais, companheiros... O Murtosa traz muita alegria para dentro do grupo. Ele sabe a forma de chegar e falar com cada um, transmitir a mesma mensagem de diferentes maneiras. O Paixão é outro grandíssimo profissional. Tem a sensibilidade de entender o que estamos sentindo, até fisicamente.

Jogo contra Camarões

Eles vêm sem responsabilidade, mas com o orgulho de estar representando uma pátria. Querem chegar em casa e falar que conseguiram reagir e ganhar do Brasil no Brasil. O segundo jogo não traça a realidade do time de Camarões. Eles perdiam o jogo, tinham um jogador a menos e foram em busca do empate. Agora eles estão com o orgulho ferido, com vontade de ganhar do Brasil que, de certo modo, será um título para eles. Nós estaremos com a consciência de que iremos enfrentar um time aguerrido, de muita qualidade. Mas nós temos os nossos objetivos: Passar de fase e em primeiro.

Psicológico em caso de mudanças

Existe a consciência do que é o futebol hoje em dia, a dinâmica dentro e fora de campo. O jogador quando sai de um time nunca fica feliz, mas para ele ser um cara top, precisa ser grande em todos os momentos. Uma Copa do Mundo, na qual dois cartões amarelos deixa fora de um jogo, pode fazer a equipe fazer mudanças. Você precisa ter um grupo forte para reposição e isso nós temos. O jogador que se abate ou deixa de ter a mesma crença por sair do time principal não tem espaço para jogar num alto nível.

David Luiz e Marcelo recebem milhares de cartas da torcida para a seleção brasileiraDivulgação

Felipão

O Felipão continua e continuará perto de nós. Elogiando, agradecendo, puxando orelha, conversando, tudo... Ele é aquele cara que quer sempre o melhor de todos e para todos nós. Sempre está presente.

Entrosamento na zaga

O primeiro defensor do nosso time é o Fred. A defesa da Seleção são todos os jogadores. O entrosamento com o Thiago em si é bom porque jogo ao lado de um grande jogador e grande pessoa, que quer sempre ajudar. Então é aquilo... Ajudar um ao outro, sempre desconfiar em todas as bolas, pois assim podemos sempre nos salvar. Evoluir cada vez mais e buscar o melhor: esse é o entrosamento.

Objetivo por passos maiores

Toda Seleção sonha com semifinal, final e títulos. Quero que o Brasil continue trabalhando e evoluindo. Os problemas serão sempre clocados no chão só para quem pode superá-los: e nós podemos.

A missão de Neymar

Neymar é um grande jogador. Ele resgatou essa magia do jogador brasileiro, de ter o sonho de ver um brasileiro disputando para ser o melhor do mundo. Mas ele ainda é um menino... É aquele jogador que quer o melhor para o time e quer ajudar a seleção brasileira. Ele sabe que não depende só dele, mas de todos os outros grandes jogadores que temos. Tem um grupo que ele quer ajudar e que quer ajudá-lo da melhor maneira.

100% fisicamente

Não tem nada a ver com a parte física. Foram feitos diversos testes e trabalhos específicos para que todos estivessem no mesmo nível físico. O questionamento acontece muitas vezes em razão do resultado. O brasileiro sempre foi acostumado com muitos gols, mas podem ficar tranquilos pois o trabalho está sendo muito bem realizado. A gente fica muito feliz de estarmos bem com a nossa principal ferramenta, que é o nosso corpo.

Emoção por um gol

É diferente quando um zagueiro faz um gol. Quando você prova da mesma comida todos os dias, chega um certo ponto que começa a enjoar e quando temos a oportunidade de provar algo diferente sempre será especial. O zagueiro está ali para acabar com o grande momento do futebol, que é o gol. Quando ele tem a chance de ser o responsável por balançar a rede adversária é sempre um momento especial. Ainda não tive o privilégio e o prazer de fazer um gol pela Seleção, mas sei que Deus está reservando o momento certo.

Relação com a Copa das Confederações

Confederações e Copa do Mundo não são a mesma coisa. Hoje o nível é muito grande, tanto que a atual campeã do mundo Espanha foi eliminada na primeira fase. As coisas na Copa das Confederações fluíram de uma melhor forma, pois de repente o nosso sonho lá era vivido de um jeito diferente. Hoje, as outras seleções têm o sonho ainda maior que no ano passado e também têm o direito de trabalhar para isso. Não tem como comparar as duas competições.

Últimas de _legado_Copa do Mundo