Inglaterra volta a fracassar no Brasil e registra o seu maior vexame em Copas

Pela terceira vez, seleção inglesa dá adeus à competição ainda na primeira fase. Mas nas edições de 1950 e de 1958, pelo menos, chegou à última rodada com chances de classificação

Por O Dia

Rio - A vitória da Costa Rica sobre a Itália acabou sendo decisivo para a Inglaterra, que vai entrar em campo na última rodada da fase de grupos já eliminada da Copa do Mundo. Situação que acaba por caracterizar o maior vexame do histórico de participações inglesas na competição.

Inglaterra está eliminada da Copa do MundoReuters

Torcedor demonstra decepção com segunda derrota da Inglaterra em dois jogos. Foto: AP1/7
No Mundial de 1950, os ingleses venceram o Chile na estreia por 2 a 0. Na segunda rodada, perderam para os EUA por 1 a 0, resultado que ficou marcado como uma das maiores surpresas da história das Copas. Como apenas os líderes de cada chave avançariam ao quadrangular final, era necessária uma goleada sobre a Espanha, que tinha vencido os dois jogos que tinha feito até então. Mas o duelo terminou com vitória dos espanhóis por 1 a 0.

VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

Oito anos mais tarde, cada grupo já mandava dois representantes à fase seguinte. A Inglaterra empatou os três jogos que fez e terminou com o mesmo número pontos da União Soviética, que tinha vencido uma partida e empatado outra. Vale lembrar que, naquela época, as vitórias valiam dois pontos. Ambas terminaram abaixo do Brasil e tiveram de disputar um jogo desempate para definir quem seguiria em frente. Os soviéticos levaram a melhor e avançaram.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Desta vez, o sonho de título inglês durou ainda menos. O time comandado por Roy Hodgson perdeu para Itália e Uruguai nas duas primeiras rodadas do Grupo D e segue sem pontos. Mesmo que vença a Costa Rica, não poderá alcançar Itália ou Uruguai, que já têm três pontos e jogarão entre si.

Últimas de _legado_Copa do Mundo