Holanda vence o Chile e garante a liderança do Grupo B

Lefroy Fer e Depay fizeram os gols do triunfo da Laranja

Por O Dia

São Paulo - A Holanda superou o ímpeto chileno, neutralizou a maioria das jogadas do adversário e venceu o duelo por 2 a 0, nesta segunda-feira, na Arena Corinthians. Aproveitando a baixa estatura da seleção sul-americana, a Laranja usou a bola parada para abrir o caminho do triunfo. Leroy Fer, substituto de Sneijder na segunda etapa, concluiu o cruzamento de Janmaat e abriu o placar. No fim, em contra-ataque, Depay decretou os 100% de aproveitamento da equipe. 

O resultado confirma a equipe na liderança do Grupo B. Agora, os comandados de Van Gaal vão encarar o México nas oitavas de final do Mundial. O jogo vai ser no estádio Castelão, neste domingo, às 13h. O Chile, que avançou em segundo lugar, vai ter pela frente a seleção brasileira (primeira colocada do Grupo A), neste sábado, às 13h, no Mineirão.

FOTOGALERIA: Confira as imagens da vitória da Holanda

Leroy Fer abriu o placar para HolandaReuters

O JOGO

Como já virou tradição nesta Copa do Mundo, os chilenos cantaram o hino à capela antes do começo da partida. Quando a bola rolou, o show continuou sendo nas arquibancadas. Os torcedores empurravam a seleção sul-americana, mas o jogo era igual, sem grandes oportunidades para os dois lados.

A primeira boa chance aconteceu somente aos 33 minutos. Em cobrança de falta, De Vrij cabeceou e quase marcou o primeiro da Holanda. A Laranja se animou. No lance seguinte, Robben por pouco não fez um golaço. Arrancou do meio de campo, passou pela marcação, invadiu a área e chutou cruzado. A bola saiu caprichosamente pela linha de fundo.

O Chile respondeu. Diaz levantou na marca do pênalti, Gutiérrez, de costas, testou firmemente, mas mandou por cima. O primeiro tempo terminou e foi de muita marcação. Os times mostraram quase nada de futebol.

Na volta para segunda etapa, o técnico chileno decidiu mexer na equipe. Beausejour entrou no lugar de Gutiérrez para tentar melhorar a criação de jogadas ofensivas. O jogo, no entanto, continuava truncado. O Chile até buscava mais o ataque. Contudo, a Holanda se fechava bem e esperava o contragolpe.

Cillessen foi exigido pela primeira vez aos 19. Sánchez driblou um defensor na ponta esquerda, entrou na área, mas bateu em cima do goleiro. A Holanda rapidamente deu a resposta. Robben, sempre ele, arriscou de longe e parou em Bravo. Sampaoli mostrou que estava disposto a vencer. Tirou o zagueiro Francisco Silva para botar o meia Valdivia. Jogando junto da equipe, a torcida chilena cantava alto na Arena Corinthians. Apesar disso, quem abriu o placar foi a Holanda. Em cobrança de escanteio curto e cruzamento de Janmaant,  Leroy Fer subiu mais que todo mundo e mandou para o fundo da rede: 1 a 0.

O Chile partiu para cima em busca da virada e deixou espaços. Em contra-ataque, a Laranja confirmou a vitória. Robben deixou Depay na boa para empurrar para o gol e decretar o triunfo: 2 a 0.

CHILE 0 X 2 HOLANDA

Árbitro: Bakary Gassama (Gâmbia)

Público: 62.996 presentes

Gols: Leroy Fer (31'2ºT), Depay (46'2ºT)

Cartões amarelos: Francisco Silva (Chile), Blind (Holanda)

Cartões vermelhos:

Chile: Bravo, Medel, Francisco Silva (Valdívia), Jara, Isla; Díaz, Aránguiz, Gutiérrez (Beausejour), Mena; Vargas e Sánchez

Holanda: Cillessen, Janmaat, Vlaar, De Vrij, Blind; De Jong, Sneijder (Leroy Fer), Wijnaldum; Robben, Kuyt (Kongolo) e Lens (Depay)

Últimas de _legado_Copa do Mundo