Alemães descartam recuar Lahm para a defesa, e Müller elogia Neymar

Equipe enfrenta os Estados Unidos na última partida do Grupo

Por O Dia

Bahia - O empate duro contra Gana, após a atuação brilhante contra Portugal, não mexeu nos planos e na confiança dos alemães na Copa do Mundo. Contra os Estados Unidos, amanhã, o país precisa de apenas um empate para garantir a liderança do Grupo G, mas não pensa em um ‘jogo de compadres’ com os americanos, e muito menos em mudar a estratégia usada até agora, que recebeu críticas da imprensa alemã.

Lahm não deve ser recuado na AlemanhaEfe

Sobretudo no que envolve o capitão Lahm, escalado como volante após uma década atuando nas laterais. O técnico Joachim Löw pôs quatro zagueiros nas posições da defesa, que falhou contra Gana, e mantém Schweinsteiger no banco. Se usasse o jogador — em recuperação de problema físico — entre os titulares, poderia recuar Lahm para a lateral direita no lugar de Boateng. Não acontecerá.

VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

“Lahm está fazendo um trabalho perfeito como volante. Na partida contra Gana, ele perdeu um pouco de precisão nos passes, errou algumas jogadas, mas é normal”, disse o auxiliar Hans Flick.

???LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo???

Se a defesa ainda causa questionamentos, no ataque Thomas Müller é absoluto. E, relaxado quando à briga pela artilharia da Copa — fez três gols contra Portugal — com Neymar, não poupou elogios ao craque brasileiro: “É um jogador muito, muito habilidoso, com enorme fome de gols.”, destacou Müller. É sem dúvida o maestro do setor ofensivo brasileiro.”
Sobre a ambição de novamente ganhar a Chuteira de Ouro (conquistou em 2010), minimizou: “O que importa é a Alemanha nesta Copa.”

Últimas de _legado_Copa do Mundo